… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 8 de junho de 2017

8 de junho


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
8 de junho

“E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada.” (Tg 1:5, ARC, Pt)


“E, se algum de vós tem falta de sabedoria”. Não há um “se” neste assunto, porquanto eu tenho a certeza de que tenho falta dela. O que sei eu? Como posso eu guiar o meu próprio caminho? Como eu posso dirigir outros? SENHOR, eu sou uma massa de insensatez, e não tenho nenhuma sabedoria.

Tu dizes, “Peça-a a Deus.” SENHOR, eu agora Ta peço. Aqui, junto ao Teu escabelo, eu peço para ser provido com sabedoria divina para as perplexidades deste de dia, sim, e para as simplicidades deste dia; porquanto sei que eu posso fazer coisas muito estúpidas, até em assuntos simples, a menos que Tu me guardes do mal.

Dou-Te graças porque tudo o que tenho a fazer é pedir. Que graça é esta da Tua parte, que eu só tenho de orar com e Tu dar-me-ás sabedoria! Tu fazes-me aqui a promessa duma educação liberal, e isso, também, sem um professor particular severo ou um mestre-escola rabugento. Isto, também, Tu o queres outorgar sem uma propina – o concedes a um tolo que tem falta de sabedoria. Ó SENHOR, eu agradeço-Te por essa palavra positiva e expressiva “E ser-lhe-á dada.Eu creio nela. Tu farás que nesse dia o Teu bebé conheça a sabedoria escondida que os carnalmente sagazes nunca aprendem. Tu guiar-me-ás com o Teu conselho e depois me recebes na glória.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: