… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 9 de junho de 2017

9 de junho

C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
9 de junho

“Mas deixarei no meio de ti um povo humilde e pobre; e eles confiarão no nome do SENHOR.” (Sf 3:12, ARC, Pt)

Quando a verdadeira religião está prestes a morrer entre os endinheirados, encontra uma casa entre os pobres deste mundo, ricos em fé. O SENHOR tem agora mesmo o Seu remanescente fiel. Eu sou um deles?



É talvez porque os homens são humildes e pobres que eles aprendem a confiar no nome do SENHOR. O homem que não tem dinheiro tem de provar o pode fazer com a confiança. Aquele, cujo nome é em vão na sua própria consideração, obra sabiamente se se apoia noutro nome, justamente no melhor dos nomes, o nome de Jeová. Deus terá sempre um povo cheio de confiança, e este será um povo humilde e pobre. Ainda que o mundo o considere insignificante, a sua permanência no meio de uma nação é o canal de bênçãos incontáveis para ela. Aqui nós temos o sal que conserva, que mantém sob controlo a corrupção que há no mundo por causa da concupiscência.



De novo surge a questão para cada um de nós. Eu sou um deles? Estou afligido por causa do pecado dentro de mim e em meu redor? Sou pobre em espírito, pobre espiritualmente no meu próprio julgamento? Eu confio no SENHOR? Este é o assunto principal. Jesus revela o nome, o caráter, a pessoa de Deus, estou eu confiando nEle? Se assim é, estou neste mundo para um propósito. SENHOR, ajuda-me a cumpri-lo.




Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: