… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 24 de junho de 2017

24 de junho


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
24 de junho

E disse Amasias ao homem de Deus: Que se fará, pois, dos cem talentos de prata que dei às tropas de Israel? E disse o homem de Deus: Mais tem o SENHOR que te dar do que isso.” (2Cr 25:9, ARC, Pt)

Se haveis cometido um erro, arquem com a perda dele; porém, não ajam de forma contrária à vontade do SENHOR. O SENHOR pode dar-lhes provavelmente muito mais do que poderiam perder; e se Ele assim o não fizer, estrariam dispostos a regatear e a negociar com Deus? O rei de Judá havia tomado a soldo um exército do Israel idólatra, e foi-lhe ordenado que enviasse para casa os homens de combate porque o SENHOR não estava com eles. Ele estava disposto a mandar embora o exército, contudo queixava-se de haver pago cem talentos em vão. Oh, que vergonha! Se o SENHOR lhe ia dar a vitória sem os mercenários, de facto, era um excelente negócio pagar-lhes os soldos e estar livre deles.

Estejam dispostos a perder dinheiro por causa da consciência, por causa da paz e por causa de Cristo. Tenham a certeza de que as perdas por causa do SENHOR não são perdas. Ainda nesta vida são elas mais do que recompensados: em alguns casos, o SENHOR obsta a qualquer perda de acontecer. Quanto à nossa vida imortal, o que perdemos por Jesus é investido no céu. Não se angustiem pelo desastre aparente, mas escutem o sussurro: "Mais tem o SENHOR que te dar do que isso."

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: