… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 13 de julho de 2017

13 de julho


Oswald Chambers
My Utmost for His Highest
13 de julho  O PREÇO DA VISÃO

“No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi ao Senhor ...” (Is 6:1, ARC, Pt)

A história da nossa relação pessoal com Deus é, muitas vezes, um relato da morte dos nossos heróis. Repetidas vezes Deus tem de remover os nossos amigos para Se colocar no lugar deles, e é aqui quando nós vacilamos, falhamos, e desanimamos. Pensemos acerca disto pessoalmente— quando morreu a pessoa que representava para mim tudo o que Deus é, desisti eu de tudo na vida? Fiquei eu doente ou desanimado? Ou fiz eu como Isaías fez e vi o Senhor?

A minha visão de Deus está dependente da condição do meu caráter. O meu caráter determina até se a verdade pode ou pode não ser-me revelada a mim. Antes que eu possa dizer: “Eu vi ao Senhor”, deve haver qualquer coisa no meu caráter que esteja de acordo com a semelhança de Deus. Enquanto eu não nascer de novo e não começar realmente a ver o reino de Deus, eu só vejo a partir da perspectiva dos meus próprios preconceitos. Aquilo que eu preciso é do procedimento cirúrgico de Deus— a remoção que ele faz das circunstâncias externas efetua a purificação íntima.

As tuas prioridades devem ser: em primeiro lugar, Deus, em segundo lugar, Deus, e, em terceiro lugar, Deus, até que a tua vida esteja continuamente face a face com Deus e ninguém mais seja levado em qualquer linha de conta. Então, a tua oração será: “Em todo o mundo não há ninguém senão Tu, amado Deus, não há ninguém senão Tu.”

Continua pagando o preço. Que Deus veja que tu estás disposto a viver de acordo com a visão.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: