… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 17 de julho de 2017

17 de julho

C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas

17 de julho


“O povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e fará proezas.” (Dn 11:32, ARC, Pt)

“O SENHOR é varão de guerra; SENHOR é o Seu nome.” (Ex 15:3, ARC, Pt) Aqueles que se alistam sob a Sua bandeira terão um Comandante que os treinará para o conflito e lhes dará tanto vigor como valor. Os tempos de que Daniel escreveu eram dos piores, e foi então prometido que o povo de Deus sairia com as suas melhores bandeiras: que seriam fortes e intrépidos para enfrentar ao poderoso adversário.

Oh, que pudéssemos conhecer o nosso Deus; o Seu poder, a Sua fidelidade, o Seu amor imutável(!), e assim pudéssemos estar preparados para arriscar tudo em Seu favor (pela Sua causa). Ele é alguém Cujo carácter desperta o nosso entusiasmo, e nos faz dispostos (e nos torna desejosos de) a viver e a morrer por Ele. Oh, que pudéssemos conhecer o nosso Deus graças a uma familiar comunhão (comunhão íntima) com Ele; porquanto então tornar-nos-íamos semelhantes a Ele, e estaríamos preparados para defender a verdade e a justiça. Aquele que sai revigorado, depois de ter contemplado o rosto de Deus, nunca temerá o rosto do homem. Se moramos com Ele, receberemos o espírito heróico, e, para nós, um mundo de inimigos será apenas como a gota de água de um balde. Uma inumerável força militar de homens, ou até de demónios, parecer-nos-á a nós tão pequena, como são as nações ante Deus, e Ele apenas as considera como gafanhotos. Oh, que fôssemos valentes pela verdade neste dia de falsidade (mentira) (!).



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: