… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 18 de julho de 2017

18 de julho

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon

18 de julho –  O VERDADEIRO DEUS

Maravilho-me de que, tão depressa, passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo, para outro evangelho; o qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.” (Gl 1:6-7, ARC, Pt)

Temo que na atualidade nove de cada dez pessoas não crêem no Deus que a Bíblia nos revela. Posso citar exemplos de periódicos, revistas, folhetos e também de púlpitos, nos quais se manifesta que se adora a um novo deus, não ao Deus do Antigo Testamento, pois Ele é considerado muito severo, muito estrito, muito rígido para os nossos mestres modernos. Encolhem-se ante somente a menção do Deus dos puritanos. Se Jonathan Edwards ressuscitasse, não o escutariam nem um minuto; dir-lhe-iam que têm um novo deus que não é como o do tempo dele. Porém, irmãos, eu creio no Deus de Abraão, de Isaac e de Jacob, esse Deus é o meu Deus. Sim, o Deus que no Mar Vermelho afogou a Faraó e aos seus soldados e que enquanto o fazia, inspirou ao Seu povo a cantar Aleluia!; o Deus que fez que a terra se abrisse e tragasse a Coré, Datan, Abiram e a toda a sua companhia. Um Deus terrível é o Deus que eu adoro; é o Deus e o Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, cheio de misericórdia, graça e compaixão, terno e amável, mas ao mesmo tempo justo e temível na Sua santidade, e terrível fora dos Seus lugares santos. Esse é o Deus que adoramos e todo aquele que se acerca dEle por meio de Jesus Cristo e confia nEle como seu mestre, aprenderá bem tudo o que necessita de saber.



Através da Bíblia num ano: 2Tm 1-2

 Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: