… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 20 de julho de 2017

20 de julho


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé

20 de julho


“Cristo... aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que O esperam para salvação.” (Hb 9:28, ARC, Pt)

Esta é a nossa esperança. Aquele a quem já temos visto na Sua vinda para carregar uma vez com o pecado de muitos, manifestar-Se-á, outra vez, aos filhos dos homens; esta é, em si mesma, uma perspectiva feliz. Mas esse segundo Advento tem certos sinais peculiares que o glorificam muitíssimo.

Nosso Senhor terá consumado ‘já’ o assunto do pecado. De tal maneira o tirou do Seu povo, e suportou tão eficazmente o seu castigo, que nada terá que ver com o pecado na Sua segunda vinda. Não apresentará qualquer oferenda pelo pecado, porquanto Ele haverá tirado completamente o pecado.

Nosso SENHOR completará então a salvação do Seu povo. Eles serão em definitivo e perfeitamente salvos, e gozarão, em todos os sentidos, a plenitude dessa salvação. Ele não vem para sofrer o resultado das nossas transgressões, mas para trazer o resultado da Sua obediência; não vem para tirar a nossa condenação, mas para aperfeiçoar a nossa salvação.

Nosso SENHOR aparece, portanto, somente àqueles que O esperam. Ele não será visto neste carácter por homens cujos olhos estão cegos pelo ego e pelo pecado. Para eles, Ele será um Juiz terrível, e nada mais. Primeiro, temos de confiar nEle, e depois esperar por Ele; e, em ambos os casos o nosso olhar será vida.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: