… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 24 de julho de 2017

24 de julho


C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas

24 de julho

“Muitíssimos são os seus arraiais.” (Jl 2:11, ARC, Pt)

CONSIDERA, minh’alma, o poder do Senhor, que é a tua glória e defesa. O SENHOR é varão de guerra; SENHOR é o Seu nome. Todas as forças do Céu estão às Suas ordens. Legiões aguardam à Sua porta: querubins, serafins, vigias e santos, principados e potestades, todos estão atentos à Sua vontade. Se os nossos olhos não estivessem cegos pela oftalmia da carne, veríamos cavalos de fogo e quadrigas de fogo rodear o amado do Senhor. As forças da natureza estão todas sujeitas ao absoluto domínio do Criador. O vento tormentoso e a tempestade, o relâmpago e a chuva, a neve e o granizo, o orvalho suave e a luz alegre do Sol, vêm e vão ao Seu mandado. Ele desata as ligaduras do Órion e impede as frescas influências das Plêiades. A terra, o mar, o ar e os lugares debaixo da terra são os quartéis dos grandes exércitos do SENHOR. O universo é o Seu local de acampamento, a luz é a Sua bandeira e a chama a Sua espada. Quando Ele sai para a guerra, a fome destrói a Terra, a peste fere as nações, o ciclone revoluciona o mar, o tornado sacode as montanhas e o terramoto faz tremer a terra. Quanto aos seres viventes, todos reconhecem o Seu domínio; e desde o grande peixe que tragou o profeta até “toda a espécie de moscas” que infestou o campo de Zoan, todos O servem. Tanto a lagarta como o gafanhoto e a locusta formam parte do Seu grande exército, visto que o Seu arraial é muito vasto. Minh’alma, trata de que tu estejas em paz com este poderoso Rei, sim, mais, assegura-te de estares alistado sob a Sua bandeira, porque fazer guerra contra Ele é loucura, e estar ao serviço dEle é glória. Jesus, Emmanuel, Deus connosco, está pronto para receber recrutas para o exército do SENHOR. Se eu ainda não estou alistado, que eu me dirija para Ele antes de dormir e Lhe rogue que me aceite pelos Seus méritos; e se eu já sou, como espero, ser um soldado da cruz, estarei de bom ânimo, porque o inimigo é impotente comparado com o meu Senhor, cujo arraial é muito vasto.





Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: