… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 24 de julho de 2017

24 de julho


Oswald Chambers
My Utmost for His Highest

24 de julho   A SUA NATUREZA E OS NOSSOS MOTIVOS

“Se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.” (Mt 5:20, ARC, Pt)

A característica de um discípulo não é que ele faz coisas boas, mas que ele é sincero nos motivos pela razão de que ele foi feito bom pela graça sobrenatural de Deus. A única coisa que excede o fazer correto é ser correto. Jesus Cristo veio para colocar em qualquer homem que Lho permita uma nova hereditariedade que excede a dos escribas e fariseus. Jesus diz: – Se tu és Meu discípulo, deves ser correcto, não só na tua vida, mas também nas tuas motivações, nos teus sonhos, nos recônditos da tua mente. Tu deves ser tão puro nos teus motivos que o Deus Todo-Poderoso não possa ver nada de reprovável. Quem pode estar na luz eterna de Deus e não ter nada que Ele possa repreender? Somente o Filho de Deus, e Jesus Cristo exige que através da Sua redenção Ele pode colocar dentro de qualquer pessoa a Sua própria natureza e tornar essa pessoa tão pura e tão simples como uma criança. A pureza que Deus exige é impossível, a menos que eu possa ser refeito interiormente, e isso é exatamente o que Jesus Se comprometeu a fazer através da Sua redenção.

Ninguém pode tornar-se puro obedecendo a leis. Jesus Cristo não nos dá regras e regulamentos— Ele dá-nos os Seus preceitos que são verdades que só podem ser interpretadas pela Sua natureza, que Ele põe dentro de nós. A grande maravilha da salvação de Jesus Cristo é que Ele muda a nossa hereditariedade. Ele não muda a natureza humana— Ele muda a sua fonte, e desse modo, os seus motivos também.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: