… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 29 de julho de 2017

29 de julho

William MacDonald
Um dia de cada vez
29 de julho

“Devias tu ajudar ao ímpio, e amar aqueles que odeiam ao SENHOR? Por isso virá sobre ti grande ira da parte do SENHOR.” (2Cr 19:2, ARC, Pt)


O rei Josafat aliou-se com o perverso rei Acab para fazer a guerra aos sírios. Esta aliança ímpia quase lhe custou a vida. Os sírios confundiram Josafat com Acab e estavam quase a matá-lo quando se deram conta do seu engano. Ainda que Josafat tenha escapado da morte, não escapou da ardente repreensão do profeta Jeú. Deus ira-Se quando o Seu povo ama àqueles que O aborrecem e coopera com o ímpio.

Onde poderia acontecer uma coisa assim nos nossos dias? Acontece quando os Cristãos evangélicos professantes se mesclam com liberais declaradas em grandes cruzadas religiosas. Estes liberais negam as grandes doutrinas fundamentais da fé cristã. Procuram minar a autoridade das Escrituras com as suas dúvidas e negações. Ainda que se façam passar por Cristãos, na verdade são inimigos da Cruz de Cristo. O seu deus é o ventre e a sua glória está na sua vergonha. Só pensam no terrestre (Fl 3:18-19). A causa de Cristo não é beneficiada pelo seu patrocínio, ela apenas sofre.

À medida que o movimento ecuménico cobra força, os Cristãos que creem na Bíblia enfrentarão uma pressão cada vez maior e deverão cerrar fileiras contra todo o elemento ímpio na cristandade. Se o fazem, serão ridicularizados e denunciados e as suas liberdades ver-se-ão restringidas. Mas a fidelidade a Cristo requer que caminhem por uma senda de separação.

Um dos golpes mais severos que se faz sentir é quando os próprios Cristãos desprezam os seus Irmãos que recusam trabalhar com os ímpios. É muito comum ouvir alguns líderes cristãos falarem com apreço dos modernistas enquanto atacam os fundamentalistas. Adulam a erudição das liberais, citam os seus livros com aprovação e mostram uma amorosa tolerância pelas suas heresias. Para os seus Irmãos fundamentalistas, em compensação, só têm adjetivos depreciativos porque procuram manter linhas bem definidas de demarcação entre o justo e o ímpio.

Solicitar o favor dos inimigos de Deus ou procurar a sua ajuda é uma política de traição. Se queremos ser leais a Cristo é preciso que estejamos ao lado dos Seus seguidores e sejamos inflexíveis contra o inimigo.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: