… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 8 de julho de 2017

8 de julho


Oswald Chambers
My Utmost for His Highest

8 de julho  A VONTADE DE SER FIEL

“… Escolhei hoje a quem sirvais …” (Js 24:15, ARC, Pt)

A vontade de uma pessoa está incluída nas suas ações. Eu não posso renunciar à minha vontade— eu devo exercitá-la, pondo-a em ação. Devo ter a vontade de obedecer, e eu tenho de obedecer a fim de receber o Espírito de Deus. Quando Deus me dá uma visão da verdade, não há nunca a questão daquilo que Ele vai fazer, mas somente a questão daquilo que eu irei fazer. O Senhor tem colocado em frente de cada um de nós algumas grandes propostas e planos. A melhor coisa a fazer é lembrar o que tu fizeste anteriormente quando foste tocado por Deus. Relembra-te do momento quando foste salvo, ou quando reconheceste pela primeira vez a Jesus, ou quando percebeste alguma verdade. Nessa altura, foi fácil, renderes a tua fidelidade a Deus. Relembra imediatamente esses momentos cada vez que o Espírito de Deus coloque alguma nova proposta diante de ti.

“…Escolhei hoje a quem sirvais …” A tua escolha deve ser uma decisão deliberada— não é algo em que tu és levado pelas circunstâncias, automaticamente. E tudo o mais na tua vida permanecerá suspenso temporariamente até que tomes uma decisão. A proposta é entre ti e Deus— não consultes a carne nem o sangue” sobre isso (Gl 1:16). A cada nova proposta, as pessoas que nos rodeiam parecem tornar-se cada vez mais isoladas, e é aí que a tensão se desenvolve. Deus permite que a opinião dos Seus outros santos sejam importantes para ti, e, todavia tu tornas-te cada vez menos seguro de que os outros realmente entendem o passo que estás dando. Tu não tens nada que tentar descobrir onde Deus te está levando— a única coisa que Deus te explicará é Ele mesmo.

Declara-Lhe abertamente: “Eu vou ser fiel.” Porém, lembra-te que logo que tu escolhas ser fiel a Jesus Cristo: “és testemunha, contra ti mesmo ...” (Js 24:22). Não te aconselhes com outros cristãos, mas simplesmente e sinceramente declara diante dEle: “Eu vou-Te servir.” Sê fiel— e também reconhece a fidelidade das outras pessoas.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: