… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 7 de julho de 2017

7 de julho

Oswald Chambers
My Utmost for His Highest

7 de julho  TODAS AS COISAS NOBRES SÃO DIFÍCEIS

“Entrai pela porta estreita… porque estreita é a porta, e apertado o caminho, que leva à vida…” (Mt 7:13-14, ARC, Pt)

Se quisermos viver como discípulos de Jesus, temos de nos lembrar que todas as coisas nobres nos são difíceis. A vida cristã é gloriosamente difícil, porém, a sua dificuldade não nos faz desfalecer e cair, antes ela nos desperta para triunfarmos. Apreciamos nós tanto a maravilhosa salvação de Jesus Cristo que damos o máximo de nós mesmos só pela Sua glória?

Deus salva os homens pela Sua graça soberana por causa da Expiação de Jesus; Ele opera em nós tanto o querer como o efetuar, segundo a Sua boa vontade; mas nós temos de desenvolver a salvação na nossa vida prática. Só quando, baseados na Sua redenção, começamos a fazer o que Ele manda, é que descobrimos que podemos fazê-lo. Se não conseguimos, é porque não temos praticado. A crise revelará se temos ou não praticado. Se obedecermos ao Espírito de Deus e praticamos no nosso viver diário o que Deus colocou em nós pelo Seu Espírito, então, quando a crise vier, descobriremos que a nossa própria natureza, como também a graça de Deus nos sustentarão.

Graças a Deus porque Ele nos dá coisas difíceis a fazer! A Sua salvação é uma coisa feliz, mas é também uma coisa heróica e santa. Ela põe-nos à prova em tudo o que tem valor em nós. Jesus está trazendo muitos “filhos” para a glória, e Deus não nos protegerá das exigências de um filho. A graça de Deus produz homens e mulheres com uma forte semelhança de família com Jesus Cristo, e não crianças. É preciso uma enorme dose de disciplina para viver a vida nobre de um discípulo de Jesus nas coisas reais da vida quotidiana. É sempre necessário fazer um esforço para se ser nobre.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: