… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 8 de julho de 2017

8 de julho


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
8 de julho


“O anjo do SENHOR acampa-Se ao redor dos que O temem, e os livra.” (Sl 34:7, ARC, Pt)

Nós não podemos ver os anjos, somente é suficiente que eles nos vejam. Há um grande Anjo do Pacto, a Quem não havendo visto amamos, e o Seu olho está sempre posto em nós, tanto de dia como de noite. Ele tem um exército de seres santos sob as Suas ordens e obriga-os (a estes) que vigiem os Seus santos e os guardem de todo mal. Se os demónios nos fazem mal (dano), os seres (anjos) brilhantes servem-nos.

Notai que o SENHOR dos anjos não vem e vai, nem nos faz visitas passageiras, mas Ele e Seus exércitos acampam-se ao nosso redor. Os quartéis-generais do Exército de Salvação estão onde vivem aqueles que confiam no Deus Vivo. Este acampamento (exército em campanha) rodeia os fiéis, de modo que eles não podem ser atacados de lado nenhum a não ser que o adversário pudesse abrir uma brecha pelo meio das trincheiras do SENHOR dos anjos. Temos uma proteção fixa, uma vigilância permanente. Estando de sentinela os mensageiros de Deus, não seremos surpreendidos por súbitos assaltos, nem tão-pouco seremos engolidos com sofreguidão por forças esmagadoras. Este versículo promete(-nos) libertação: libertação por meio do Grande Capitão da nossa salvação, e obteremos essa libertação continuamente, até que o nosso combate seja consumado e troquemos o campo de conflito pelo lar de repouso.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: