… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

2 de agosto

“Aos Pés Do Mestre”
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon

2 de agosto O PADRÃO DE DEUS

“Mostrou-me, também, assim: e eis que o Senhor estava sobre um muro levantado a prumo: e tinha um prumo na sua mão.” (Am 7:7, ARC, Pt)

Tudo o que Deus constrói está construído com precisão, é reto, quadrado e justo. Na natureza vês o cumprimento dessa regra; nela não há nada fora de proporção. Os que entendem destas coisas e as estudam dir-te-ão que até mesmo a forma e o tamanho da Terra têm relação com o brotamento de uma flor ou a presença de uma gota de orvalho na borda de uma folha, e que se o Sol fosse maior ou mais pequeno, ou se o material que conforma a Terra fosse mais denso ou diferente em algum sentido, então tudo, o muito grande e o mais diminuto, desestabilizar-se-ia.

Nos assuntos espirituais é manifesto que sempre que Deus trata com as almas, usa o prumo. Ao começar connosco, dá-Se conta de que o próprio alicerce da nossa natureza está fora da linha perpendicular e, portanto, não tenta construir sobre ele mas começa a Sua operação, tirando-o. A primeira obra da graça divina na alma é derrubar tudo aquilo que a natureza construiu. O homem tem feito grandes esforços para construir, mas tudo tem de ser derrubado, até que fique um grande vazio. À vista de Deus o homem deve sentir-se vazio, derrubado e humilhado, porque se Deus vai ser o tudo nele, então ele mesmo tem de ser nada; e se Cristo vai ser o seu Salvador, tem de ser um Salvador completo, do princípio ao fim. Assim, Deus tem de derrubar e eliminar o alicerce do mérito humano porque não pode construir bem sobre ele.



Através da Bíblia num ano: Jb 17-20



Tradução de Carlos António da Rocha

*** 

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: