… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 5 de agosto de 2017

5 de agosto


“Aos Pés Do Mestre”
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon

5 de agosto FECHA OS TEUS OLHOS AO PECADO

Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?” (1Co 5:6, ARC, Pt)

Ai, se a nossa mãe Eva tivesse fechado os olhos quando a serpente assinalou aquela formosa maçã na árvore! Ai, se tivesse fechado os olhos ante ela! Ai, se houvesse dito: “Não, nem sequer vou olhar.” O olhar leva a desejar, e o desejo conduz ao pecado. Dizes: “Não pode haver dano algum em olhar, em ver por nós mesmos, não nos foi dito que provemos todas as coisas?” “Somente vem aqui, jovem”, diz o tentador, “não sabes o que é a vida; uma noite será suficiente para te mostrar um pouco de alegria. Somente vem por uma ou duas horas e olha.” “Oh, não”, diz o homem cujos olhos vêem o Rei na Sua formosura, “a árvore do conhecimento do bem e do mal nunca trouxe para o homem nenhum bem, assim por favor, deixa-me sozinho. Fecho os meus olhos para não ver. Não quero participar, nem sequer como espectador.”

Recorda que não podes ter só a metade de Cristo. Não O podes ter como teu Redentor se não O tens como teu Governador. Tens de recebê-Lo tal e como é. Ele é um Salvador, Ele salva ao Seu povo dos seus pecados. Pois bem, se alguma vez recebeste a Cristo como teu Salvador, encontraste beleza nEle. Ele é precioso aos teus olhos, porque para um pecador o que existe de mais precioso no mundo é o seu Salvador. Se é assim, fecharás os teus olhos para não ver, os teus ouvidos para não ouvir, as tuas mãos para que não toquem em qualquer iniquidade, e retirarás o teu pé dela para viver a vida que vives na carne pela fé no Filho de Deus, para a Sua glória e honra.

Através da Bíblia num ano: Jb 29-32

Tradução de Carlos António da Rocha

*** 

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: