… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 24 de setembro de 2016

24 de setembro


William MacDonald
Um dia de cada vez
24 de setembro
“Tenho experimentado que o SENHOR me abençoou por amor de ti.” (Gn 30:27, ARC, Pt)

Labão tinha experimentado que o Senhor o tinha abençoado por causa de Jacob. Resultou ser uma boa lição. A experiência é um grande mestre.

Impressiona-me o modo como muitas vezes a experiência nos ajuda a entender versículos da Bíblia. Podemos estar familiarizados intelectualmente com os versículos, mas quando passamos através de alguma nova experiência, estes cobram vida. Parecem sobressair-se em luzes de néon. Obtemos uma nova apreciação deles.

A esposa de Martinho Lutero dizia que nunca teria conhecido o que significavam certos versículos dos Salmos se Deus não a tivesse feito passar por algumas aflições.

Quando Daniel Smith e a sua esposa eram missionários na China, uma corja de ladrões fizeram um grande buraco dum lado da sua casa, uma noite. Enquanto os Smith dormiam, os ladrões limparam gavetas e armários. Se os missionários não tivessem dormido tão profundamente, poderiam ter sido assassinados. Mais tarde, quando descreviam o incidente, o senhor Smith disse: “Nunca tinha entendido Habacuc 3:17-18 até àquela manhã. “Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que dececione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação.” Isto significa que o senhor Smith não pôde entrar plenamente no gozo que brota da calamidade da qual fala Habacuc até que experimentou a classe de perda que ele descreve.

Quando Corrie Ten Boom estava num campo de concentração, teve de comparecer ante o juiz. “O juiz ainda tinha trabalho para fazer e chegou um dia quando me mostrou alguns papéis que não somente representavam a minha sentença de morte, mas também a de meus familiares e amigos.”

“Pode explicar-me estes papéis?” perguntou-me o juiz “Não, não posso”, admiti. Repentinamente tomou todos os papéis e lançou-os na estufa! Quando vi que as chamas destruíam aqueles papéis acusativos soube que tinha sido guardada pelo poder divino e entendi como nunca antes Colossenses 2:14: “Anulando a ata dos decretos que havia contra nós, que nos era contrária, tirando-a do meio e cravando-a na cruz.”

A nova compreensão que obtemos das Sagradas Escrituras por meio das experiências da vida faz com que essas experiências verdadeiramente valham a pena.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: