… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

26 de setembro


William MacDonald
Um dia de cada vez
26 de setembro
“Reservei para Mim sete mil homens, que não dobraram os joelhos a Baal.” (Rm 11:4, ARC, Pt)

Deus nunca fica sem testemunhas. Nos dias mais escuros, há sempre uma voz que ressoa da Sua parte de maneira clara e compreensível. A miúdo, nas circunstâncias mais insólitas, faz surgir, inesperadamente, a alguém que confesse o Seu Nome valorosamente.



Nos dias que precederam o dilúvio a Terra estava aprisionada pela violência e pela imoralidade. Mas aí estava Noé tomando uma atitude valente a favor do Senhor.



A Elias parecia-lhe que todo o Israel se sumiu na idolatria, mas Deus tinha sete mil homens que não se tinham inclinado ante Baal.



No meio da morte espiritual e da decadência moral, João Huss[i], Martinho Lutero[ii] e João Knox[iii] entraram na cena da história para defender a causa do Altíssimo.



Nos tempos mais recentes, Deus foi honrado quando se descobriu o telégrafo[iv]. A primeira mensagem que se transmitiu foi “Vejam o que Deus tem feito!”



Quando a Apolo VIII[v] voltava para a Terra depois do primeiro voo ao redor da Lua no Natal de 1968, três astronautas alternaram-se lendo Génesis 1:1-10 e depois concluíram: “E da tripulação da Apolo VIII terminamos com ... Deus vos abençoe a todos na boa Terra.”



Apesar dos protestos enfurecidos dos incrédulos, o Serviço Postal dos Estados Unidos emitiu um selo comemorando a Apolo VIII com palavras de Génesis 1:1: “No princípio...”



As notas de dólares que circulam nos Estados Unidos levam a inscrição: “Em Deus confiamos.”



A abreviação d. C. do calendário recorda-nos que este é o ano de nosso Senhor: “depois de Cristo.[vi]



É uma coincidência que nos céus estelares [vii] figure uma virgem [viii], um menino, uma serpente [ix] e uma cruz [x], todos eles participantes importantes no drama da redenção? É uma mensagem gráfica nas constelações?



Até os ateus algumas vezes reconhecem ao Senhor. Um governante ateu dizia numa conferência na Austrália em 1979: “Deus não nos perdoará se fracassarmos.”



Há um certo imperativo moral no Universo a fim de que o nosso Deus seja publicamente reconhecido. Quando os discípulos louvavam o Senhor Jesus como o Rei que tinha vindo no Nome do Senhor, os fariseus exigiram que Cristo os repreendesse. Mas Ele disse-lhes: “Digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão.”(Lc 19:40, ARC, Pt)



Não temos porque temer de que o nome de Deus Se vá deixar de honrar e de celebrar. No mesmo momento em que os homens O declarem morto, Ele levantará algumas testemunhas para confundir os Seus inimigos e consolar os Seus amigos.



[i] Jan Hus (Husinec, Boémia do Sul, 1369 - Constança, 6 de julho de 1415) foi um pensador e reformador religioso. Ele iniciou um movimento religioso baseado nas ideias de John Wycliffe. Os seu seguidores ficaram conhecidos como os Hussitas. A igreja católica não perdoou tais rebeliões e ele foi excomungado em 1410. Condenado pelo Concílio de Constança, foi queimado vivo. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jan_Hus)
[ii] Martinho Lutero (Eisleben, 10 de novembro de 1483 — Eisleben, 18 de fevereiro de 1546) foi um monge agostiniano alemão, teólogo, professor universitário, “Pai do Protestantismo“, e reformista da Igreja Católica, cujas ideias influenciaram a Reforma Protestante e mudaram o curso da Civilização ocidental. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Martinho_Lutero)
[iii] John Knox (Haddington, 1514Edimburgo, 24 de novembro de 1572) foi um religioso reformador escocês que liderou uma reforma religiosa na Escócia segundo a linha calvinista. Seu lugar e data de nascimento continuam a ser debatidos, sendo Gifford Gate, nas proximidades da cidade de Haddington (20 quilômetros a leste de Edimburgo) o mais provável local.(fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_Knox)
[iv] A telegrafia foi inventada por Samuel Finley Breese Morse, nascido em 27 de abril de 1791, em Charlestown, Massachusetts, nos Estados Unidos da América.
Conseguindo em 1843 recursos financeiros para seu invento através do Congresso norte-americano, em 1844 foi terminada a primeira linha telegráfica ligando Baltimore a Washington, DC, quando se deu a primeira transmissão oficial cuja mensagem foi: “What hath God wrought!” (Que obra fez Deus!)
Samuel Morse faleceu em 2 de abril de 1872, em Nova York.
Ainda hoje o Código Morse é utilizado no mundo inteiro pelo radioamadorismo. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tel%C3%A9grafo)
[v] O Projeto Apollo (Projecto Apollo - Project Apollo - Projecto Apolo) foi um conjunto de missões espaciais coordenadas pela Nasa (agência espacial dos E. U. A.) entre 1961 e 1972 com o objetivo de colocar o Homem na Lua. O projecto culminou com o pouso da Apollo 11 no solo lunar em 20 de julho de 1969.
Neil A. Armstrong, o primeiro homem a pisar na Lua, imortalizou o momento, resumindo muito do que foi o projeto Apollo, na famosa frase: “um pequeno passo para um homem, um salto gigantesco para a humanidade”. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Projeto_Apollo)
[vi] (Depois da Sua 1.ª vinda).
[vii] adj. 2 gén. das estrelas ou a elas referente.
[viii] Virgo, a Virgem, é uma constelação do zodíaco. O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Virginis. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Virgo)
[ix] Serpens (Ser), a Serpente, é uma constelação do equador celeste. O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Serpentis. A constelação tem a peculiaridade de ser dividida em duas partes, separadas pelo Serpentário: Serpens Caput e Serpens Cauda.
A Cabeça da Serpente fica predominantemente no hemisfério celestial norte, e faz fronteira com Hercules, Corona Borealis, Boötes, Virgo e Libra. A Cauda, mais ao Sul, tem por vizinhas Aquila, Sagittarius e Scutum. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Serpens)
[x] Crux conhecida como o Cruzeiro do Sul é uma constelação do hemisfério celestial sul. É a menor de todas 88 constelações. O genitivo é Crucis e a abreviatura é (Cru). (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Crux)


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: