… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 25 de setembro de 2016

25 de setembro

C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas
25 de setembro
“O qual para nós foi feito por Deus sabedoria.” (1Co 1:30, ARC, Pt)

O INTELECTO do homem procura obter descanso, e, por natureza, busca-o longe do Senhor Jesus Cristo. Os homens de muita instrução estão inclinados, até mesmo quando são convertidos, a considerar, com muito pouca reverência e afeto, a simplicidade da cruz de Cristo. Estão enredados na antiga rede na qual foram apanhados os Gregos e evidenciam um desejo ardente para misturar a Filosofia com a Revelação. O homem de refinada cultura e de elevada instrução tem a tentação para apartar-se da simples verdade de Cristo crucificado e de idear, como o termo diz, uma doutrina mais intelectual. Isto conduziu as primitivas Igrejas Cristãs ao Agnosticismo e fascinou-as com toda sorte de heresias. Aqui temos a raiz da Neologia e das outras belas coisas que em dias passados estavam tão na moda na Alemanha e que agora estão emaranhando a certa classe de teólogos. Quem quer que sejas, bom leitor, e seja qual for a tua educação, se fores do Senhor, tem a certeza absoluta, que não acharás nenhum descanso para a tua alma filosofando sobre a Divindade. Podes receber este dogma de um grande pensador, ou aquele desvario de outro profundo raciocinador, mas o que a palha é para o trigo, assim serão essas coisas para com a pura Palavra de Deus. Tudo o que essa razão, mesmo quando está muito bem orientada, pode desvendar é só o ABC (os rudimentos) da verdade e, até nisso, carece de certeza, enquanto que em Cristo “estão escondidos todos os tesouros de sabedoria e da ciência.” Todas as tentativas por parte dos Cristãos para ficarem satisfeitos com sistemas que mereçam a aprovação dos Unitários e dos pensadores da Broad-Church (Igreja Liberal), tem de fracassar; os verdadeiros herdeiros do Céu têm de voltar para a muito simples realidade que faz brilhar de gozo o olho do jovem do campo e alegra o coração do pobre piedoso. “Jesus Cristo veio ao mundo para salvar os pecadores.” Jesus satisfaz o intelecto mais preparado quando Ele é recebido com fé, porém, fora dEle, a mente do regenerado não acha descanso. “O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria.” “Bom entendimento têm todos os que Lhe obedecem.”

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: