… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

10 de outubro


Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon
10 de outubro – A PREPARAÇÃO

“David pensava deste modo: «O meu filho Salomão é ainda jovem e sem experiência. Mas o templo que ele há-de construir para o Senhor tem de ser famoso em todo o mundo, pela sua grandeza e pela sua beleza. Por isso, vou eu próprio tratar dos preparativos.» E assim, antes de morrer, David fez grandes preparativos para a construção do templo.” (1Cr 22:5, Bíblia Sagrada em Português corrente)

Nos inícios da história cristã, houve uma preparação prévia da igreja antes de que se expandisse. Observa os obedientes discípulos sentados no Cenáculo, esperando ansiosos. Cada coração presente havia sofrido a morte do Senhor, e cada um deles esperava receber o poder do Espírito prometido. Ali, com um coração e uma mente, esperavam e velavam em oração, até que veio o Consolador, e com Ele foram acrescentadas três mil almas.

Um homem que não mostra sensibilidade nem compaixão por outras almas pode ser usado em alguma ocasião para ganhar uma alma. A boa palavra que prega não deixará de ser boa porque o proclamador não tenha o direito de declarar os estatutos de Deus. Porém, como regra geral, os que trazem as almas a Cristo são aqueles que primeiro hão sentido uma agonia e um desejo fervente de que as almas se salvem. Nisto refletimos o caráter do nosso Mestre. Ele é o grande Salvador dos homens, mas antes de que pudesse salvar os outros, Ele aprendeu na Sua carne a solidarizar-se com eles. Chorou sobre Jerusalém, suou gotas de sangue em Getesêmane, foi e é um Grande Sacerdote que sofreu as nossas dores. Como Capitão da nossa salvação, ao trazer muitos filhos à glória, os sofrimentos O aperfeiçoaram. Nem sequer Jesus foi pregar sem antes haver passado noites inteiras orando e intercedendo e derramando lágrimas pela salvação dos seus ouvintes.

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Ec 9-12


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: