… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

12 de outubro


Oswald Chambers 
My Utmost for His Highest
12 de outubro ACERTANDO O PASSO COM DEUS

“E andou Henoch com Deus…” (Gn 5:24, ARC, Pt)

A verdadeira prova da vida espiritual de uma pessoa e do seu caráter não é o que ela faz nos momentos extraordinários da vida, mas o que ela faz durante os tempos normais, quando não há nada de extraordinário ou nada de emocionante acontece. O valor de uma pessoa revela-se na sua atitude para com as coisas simples da vida, quando ela não está sob os holofotes (vê João 1:35-37 e João 3:30). É um trabalho doloroso acertar o nosso passo com Deus e acompanhar os passos dEle— isso significa para nós encontrarmos um novo fôlego espiritualmente. Ao aprender a andar com Deus, há sempre a dificuldade de acertarmos com o Seu passo, mas logo que o tenhamos feito, a única característica que se manifesta por nós, é a própria vida de Deus. O indivíduo funde-se numa unidade pessoal com Deus, e só são revelados os passos de Deus e o Seu poder.

É difícil acertar o nosso passo com Deus, porque logo que começamos a caminhar com Ele, descobrimos que o Seu passo já nos ultrapassou antes mesmo de havermos dado três passos. Ele tem formas diferentes de fazer as coisas, e nós temos de ser treinados e disciplinados nos Seus métodos. Foi dito de Jesus “Não faltará, nem será quebrantado …” (Is 42:4, ARC, Pt), porque Ele nunca agiu segundo o Seu próprio ponto de vista individual, mas sempre agiu segundo o ponto de vista de Seu Pai. E nós temos de aprender a fazer o mesmo.

A verdade espiritual é aprendida através do ambiente que nos rodeia, e não através do raciocínio intelectual. É o Espírito de Deus que muda a atmosfera do nosso modo de ver as coisas, e então as coisas que antes eram impossíveis começam a ser possíveis agora. Acertar os nossos passos com Deus significa nada menos do que a unidade com Ele. Leva-se muito tempo para chegar lá, mas persevera nisso. Não desistas, porque a dor é intensa agora— continua com isso, e em breve acharás que tens uma nova visão e um novo objectivo.

 

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: