… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

13 de outubro



Oswald Chambers 
My Utmost for His Highest
13 de outubro DESÂNIMO INDIVIDUAL E CRESCIMENTO PESSOAL

“Sendo Moisés já grande, saiu a seus irmãos, e atentou nas suas cargas” (Ex 2:11, ARC, Pt)

Moisés viu a opressão do seu povo e teve a certeza de que seria ele quem os libertaria, e na justa indignação do seu próprio espírito, ele começou a corrigir as injustiças deles. Depois dele dar o seu primeiro golpe a favor de Deus e da justiça, Deus permitiu a Moisés que ele desanimasse completamente, enviando-o para o deserto para que apascentasse ovelhas durante quarenta anos. Ao fim desse tempo, Deus apareceu a Moisés e disse-lhe: “... Que tires o meu povo ... do Egito. Então Moisés disse a Deus: Quem sou eu, que vá …?” (Ex 3:10-11, ARC, Pt)). No começo Moisés compreendera que era ele que libertaria o povo, mas primeiro ele tinha de ser treinado e disciplinado por Deus. Na sua perspectiva individual, Ele tinha razão, mas ele não seria a pessoa certa para a obra, até que tivesse aprendido a verdadeira comunhão e unidade com Deus.

Podemos ter a visão de Deus e uma compreensão muito clara do que Deus quer, e todavia, quando começamos a fazê-lo, chega-nos algo equivalente aos quarenta anos Moisés no deserto. É como se Deus tivesse ignorado a coisa toda, e quando estamos completamente desanimados, Deus volta e renova a Sua chamada para nós. E então começamos a tremer e dizer: “Quem sou eu, que vá …?” Devemos aprender que o principal passo de Deus se resume nestas palavras: “EU SOU O QUE EU SOU ... me enviou vós” (Ex 3:14, ARC, Pt)). Devemos aprender, também, que o nosso esforço pessoal para Deus não significa nada, a não ser desrespeito por Ele— a nossa individualidade deve resplandecer por meio de um relacionamento pessoal com Deus, para que Ele possa estar “comprazido” (Mt 3:17, ARC, Pt)). Estamos focados na perspectiva individual do direito das coisas; temos a visão e podemos dizer: “Eu sei que isto é o que Deus quer que eu faça.” Mas nós ainda não aprendemos a acertar o passo com Deus. Se tu estás passando por um tempo de desânimo, para diante há um tempo de grande crescimento pessoal.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: