… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

23 de outubro


Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon

23 de outubro – O NOSSO AMIGO MAIS QUERIDO

Mas, quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens, não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou, pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, que abundantemente Ele derramou sobre nós, por Jesus Cristo, nosso Salvador; para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros, segundo a esperança da vida eterna.” (Tt 3:4-7, ARC, Pt)

Oh, quanto devemos ao Espírito Santo! Falo convosco que O conheceis. Foi o Espírito Santo Aquele que te despertou da tua letargia, que te convenceu do pecado, que te consolou, e, em que doce forma ainda te consola o Divino Consolador! Contudo, resistimos e entristecemo-Lo. Não recordas, como na tua juventude, traíste as tuas convicções, como fizeste calar a tua consciência para que não te repreendesse? Esse Espírito bendito, a Quem desgostamos e rechaçamos, poderia ter-Se ido embora e haver-nos abandonado para não lutar mais connosco; porém, amou-nos tanto que veio e fez a Sua morada em nós, e agora habita em nós. Rebaixou-Se dentro da pequena cela do nosso pobre coração para encontrar um templo e fazê-lo Sua habitação para sempre. Ai, minha alma, como pudeste entristecê-Lo alguma vez? Como pudeste ter resistido ao melhor e mais terno dos Amigos?

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Is 33-36

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: