… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 25 de outubro de 2016

25 de outubro



Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon

25 de outubro – NÃO É O QUE PARECE
“Quando pensava em compreender isto, fiquei sobremodo perturbado; até que entrei no santuário de Deus: então entendi eu o fim deles.” (Sl 73:16-17, ARC, Pt)


Há ocasiões em parece que os malvados obtêm tudo o que se propõem. Esta terra não é o reino da justiça final, ainda não estamos comparecendo ante o trono do juízo de Deus. Por agora, Deus permite que algumas coisas estejam confusas. Aqueles que mais O estimam, com frequência, são os menos estimados pelos homens, e aqueles que não O têm em conta parecem monopolizar todos os tesouros do mundo até que lhes saltam os olhos cheios de gordura e têm mais do que qualquer coração poderia desejar. Que nenhum filho de Deus se assombre disto.

Também é certo que os malvados triunfam e os servidores da iniquidade se deleitam nos melhores lugares desta terra. Os justos não têm de assombrar-se de estar sofrendo agora pois este foi o destino do povo de Deus em todas as épocas, e houve tempos na história da humanidade quando parece que Deus está surdo ante os lamentos do Seu povo que sofre. Nesses ditos tempos também se comprovou o poder da Palavra de Deus. Quando a tua barca atravessa um mar de calma, a Palavra de Deus pode chegar a converter-se em letra morta para ti, mas quando as ondas são enormes e ameaçam afogar-te, e te afundas cada vez mais e temes que as profundidades te traguem, então começas a pôr à prova as promessas de Deus e a comprovar o poder da Palavra de Deus. Quando a sua doçura inexplicável cativa o teu coração, então podes reconhecer que a Palavra de Deus te há ensinado. Dás-te conta de que “bem-aventurado é o homem a quem Tu repreendes, ó Senhor, e a quem ensinas a Tua lei” (Sl 94:12, ARC, Pt).



A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Is 41-44


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: