… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 29 de outubro de 2016

29 de outubro

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon

29 de outubro – UM PARENTE CHEGADO

Então Noemi disse à sua nora: Bendito seja do Senhor, que ainda não tem deixado a sua beneficência, nem para com os vivos nem para com os mortos. Disse-lhe, mais, Noemi: Este homem é nosso parente chegado, e um de entre os nossos remidores.” (Rt 2:20, ARC, Pt)

Temos a tentação de considerar a humanidade de nosso Senhor como algo muito diferente da nossa própria humanidade; estamos dispostos a espiritualizá-la e a não pensar nEle como osso dos meus ossos e carne da minha carne. Tudo isto é um grave erro, podemos pensar que estamos honrando a Cristo ao ter tal concepção, mas Cristo nunca Se sente honrado com algo que não seja verdade. Ele foi um homem, um verdadeiro homem, um homem da nossa própria raça, o Filho do Homem. É certo que foi um homem representativo, o segundo Adão: “Visto que eles são de carne e osso, Ele também compartilhou essa natureza” (Hb 2:14).

Pois bem, essa Sua participação na nossa natureza aproxima-O de nós. Na Sua natureza como homem, ainda que também era Deus, foi, de acordo com a lei hebraica, nosso parente, nosso parente chegado. Agora, segundo a lei, se se perdia uma herança, o parente mais chegado tinha direito a redimi-la. Nosso Senhor Jesus Cristo exerceu o Seu direito legal e, ao nos ver vendidos como escravos e privados da nossa herança, veio para nos redimir, tanto a nós como a todas as nossas possessões perdidas. É uma grande bênção ter um parente como esse. A circunstância de maior graça na vida de Ruth foi dirigir-se aos campos de Boaz e descobrir que ele era o seu parente chegado. E nós que espigamos nos campos da misericórdia louvamos ao Senhor porque o Seu único Filho é nosso parente chegado, nosso irmão, nascido para a adversidade.

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Is 57-60



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: