… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

3 de outubro

C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
3 de outubro
“Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?” (Hb 1:14, ARC, Pt)

OS anjos são os invisíveis servidores dos santos de Deus, pois eles levam-nos nas suas mãos para que o nosso pé não tropece em alguma pedra. A lealdade ao seu Senhor guia-os a tomar um profundo interesse nos filhos do Seu amor. Eles regozijam-se quando o pródigo volta para a casa de Seu pai aqui, e dão as boas-vindas ao crente quando este chega ao palácio do Rei nas alturas. Na antiguidade, os filhos de Deus foram favorecidos com a aparição visível dos anjos, e agora, ainda que invisíveis à nossa vista, os céus estão ainda abertos, e os anjos de Deus sobem e descendem sobre o Filho do homem, com o fim de visitar os herdeiros da salvação. Os serafins voam ainda com brasas vivas tirados do altar, para tocar os lábios dos homens muito amados. Se os nossos olhos estivessem abertos, veríamos os cavalos de fogo e os carros de fogo em redor dos servos do Senhor, pois havemos chegado a uma inumerável companhia de anjos, todos os quais são os custódios e os protectores da semente real. Os versos de Spenser não são ficção poética, onde ele canta

“Quantas vezes eles com penas de ouro rasgam
O céu voando, voando como o passavante
Contra demónios malvados, para ajudar-nos, a Igreja militante!”

A que augusta dignidade são elevados os escolhidos de Deus, que os brilhantes cortesãos do Céu chegam a ser os seus voluntários servidores! A que gloriosa comunhão nos eleva, pois temos relações com os imaculados habitantes do Céu! Que bem defendidos estamos, pois vinte mil carros de Deus estão armados para o nosso resgate! A quem devemos tudo isto? Que o Senhor Jesus Cristo seja sempre querido por nós, pois por meio dEle nos fez assentar nos lugares celestiais, sobre todo o principado e potestade. Ele acampa ao redor dos que O temem. Ele é o verdadeiro Miguel, cujo pé está sobre o dragão. Salvé, Jesus! Anjo da presença de Jeová! A Ti esta família oferece os seus votos matutinos.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: