… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

31 de outubro


C. H. Spurgeon
Leituras Matutinas
31 de outubro
“Renova em mim um espírito reto.” (Sl 51:10, ARC, Pt)

SE aquele que se apartou do Senhor, tem ainda um átomo de vida, gemerá desejando a sua restauração. Nesta renovação é requerido o mesmo exercício de graça que foi necessário na nossa conversão. Então, tivemos necessidade de arrependimento, e agora, também, o necessitamos. Agora, como então, necessitámos de fé para nos aproximarmos de Cristo. Agora, como então, necessitámos de uma palavra do Altíssimo, uma palavra dos lábios do Amado que ponha fim aos nossos temores. Nenhum homem pode ser renovado sem uma manifestação do poder do Espírito Santo, que seja tão real e verdadeira como a que sentimos ao princípio, porque a obra é muito grande, e a carne e o sangue incomodam tanto agora, como incomodaram então. Oh Cristão!, que a tua debilidade pessoal seja para ti um motivo poderoso para que ores ao teu Deus fervorosamente, pedindo-Lhe ajuda. Recorda que quando David se sentiu impotente, não cruzou os braços nem fechou os lábios, mas foi apressadamente ao trono da graça com esta prece: “Renova em mim um espírito recto.” Que a doutrina, de que sem ajuda nada podes fazer, não te faça dormir, mas te sirva, pelo contrário, como de um aguilhão na tua ilharga, que te conduza com grande diligência ao forte Auxiliador do Israel. Oh, que tu tenhas a graça de suplicar a Deus, como se suplicasses pela tua própria vida, dizendo: “Senhor, renova em mim um espírito recto!” O que sinceramente pede a Deus que lhe conceda isto, demonstrará a sua honestidade usando os meios pelos quais Deus obra. Permanece muito em oração; alimenta-te muito da Palavra de Deus; mata as concupiscências que te separaram de Deus. Observa, diligentemente, o pecado em todo o intento de futura sublevação. O Senhor tem os Seus próprios caminhos; senta-te junto a eles, e, quando Ele passar por ali, estarás preparado. Prossegue em todos os meios de graça que nutrirão e fortificarão a tua débil vida. E, sabendo que todo o poder deve proceder dEle, não cesses de clamar: “Renova em mim um espírito reto.”

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.


Tenho deixado os meus leitores desfrutarem das publicações inéditas que vou apensando diariamente no meu blogue. Casualmente verifiquei que as Meditações Matutinas e Vespertinas de C. H. Spurgeon que eu traduzi estão publicadas ipsis verbis no Brasil, sem indicação do autor, ao preço de R$45,00 e em Portugal a €19.99 EUR!!!
Que roubalheira!!!
Isto dói e não é sério nem cristão.
Carlos

Sem comentários: