… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 8 de outubro de 2016

8 de outubro

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon
8 de outubro – O DEUS DA MULTIPLICIDADE

Ou com o teu entendimento chegaste às larguras da terra? Faze-mo saber, se sabes tudo isto.” (Jb 38:18, ARC; Pt)

Se é certo que “a ordem é a primeira lei no Céu”, penso que da mesma forma é certo que a Multiplicidade é a segunda. A linha da beleza não é uma linha reta, mas tem curvas. Da mesma forma, Deus não atua em uniformidade, mas em diversidade. Comprovas isto quando deitas um olhar à criação que nos rodeia. Deus não fez todas as criaturas de uma mesma espécie, mas, sim, criou animais selvagens, aves, peixes, insetos, répteis. Em qualquer dos reino da natureza, quer seja no animal, no vegetal ou no mineral, encontrarás muitas subdivisões, as quais se estudam ao longo de muitos anos para se aprender a classificá-las, e uma vida inteira não seria suficiente para compreendê-las todas.

Esta observação é certa na obra da providência. De quantas estranhas e diversas maneiras há tratado Deus com a Sua igreja! Cada pecador tem de conhecer o mesmo caminho para a vida, a obediência ao mesmo evangelho, o lavamento no mesmo sangue, o vestir-se da mesma justiça, a plenitude da mesma energia divina, em algum momento todos irão para o mesmo Céu e, não obstante, não encontras dois pecadores cujas conversões tenham sido idênticas. Desde o primeiro amanhecer da vida divina até que se consuma no entardecer da perfeita santificação no Céu, encontrará que Deus trabalha de muitas formas diferentes, e emprega este método e esse e aqueloutro, porque Deus é e será o Deus da multiplicidade.



A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Ec 1-4



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: