… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

10 de novembro

C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
10 de novembro

“Não deixará vacilar o teu pé.” (Sl 121:3, ARC, Pt)

Se o Senhor o não permitir, nem os homens nem os demónios poderão consegui-lo. Quão grandemente estes últimos se gloriariam se pudessem fazer-nos cair vergonhosamente, e conseguissem pôr-nos fora da nossa posição e enterrar-nos de tal maneira que não ficasse memória de nós! Podiam fazê-lo com todo o desejo do seu coração, se não existisse um obstáculo, um somente: o Senhor não o permite, nós tão-pouco o permitiremos.

O caminho da vida é como uma viagem pelos Alpes. Ao longo dos sendeiros das montanhas está-se constantemente exposto a que os pés escorreguem. Onde o caminho é alto, o caminhante acha-se exposto à vertigem, e então o pé logo resvala; há sítios que são lisos como o cristal, e outros que são escarpados com pedras soltas, e em qualquer deles é difícil evitar uma queda. Aquele que durante a sua vida recebe a capacidade para manter-se íntegro e para caminhar sem tropeçar tem a melhor das razões para estar agradecido. Com escolhos e armadilhas, joelhos débeis, pés cansados e inimigos subtis, nenhum dos filhos de Deus poderia manter-se firme durante uma hora se não estivesse vigilante o Amor fiel que não permitirá que o seu pé vacile.”

“No meio de mil armadilhas estou
Suportado e protegido por Tua mão;
Essa mão invisível ainda me sustentará,
E conduzirá ao Teu santo monte.”

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: