… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

11 de novembro


Oswald Chambers 
My Utmost for His Highest
11 de novembro A ASCENÇÃO SUPREMA

“E disse: Toma, agora, o teu filho,…” (Gn 22:2, ARC, Pt)
O mandamento de Deus é: “Toma, agora”, não mais tarde. É incrível como nós discutimos! Sabemos que é certo fazer determinada coisa, mas tentamos encontrar desculpas para não a fazermos imediatamente. Se quisermos subir para o cume que Deus nos revela, isso nunca pode ser feito mais tarde, isso tem de ser feito agora. E o sacrifício deve ser efectuado primeiro através da nossa vontade antes de realmente o levarmos a cabo.

Então se levantou Abraão pela manhã, de madrugada, ... e foi ao lugar que Deus lhe dissera” (Gn 22:3, ARC, Pt). Oh, a simplicidade maravilhosa de Abraão! Quando Deus falou, ele não “consultou a carne nem o sangue” (Gl 1:16, ARC, Pt). Tem cuidado quando tu pretenderes “consultar a carne e o sangue”, ou mesmo os teus próprios pensamentos, percepções, interpretações pessoais, ou qualquer coisa que não é baseado na tua relação pessoal com Deus. Estas são todas as coisas que competem com a obediência a Deus e a embaraçam.

Abraão não escolheu qual seria o sacrifício. Guarda-te sempre contra um serviço auto-escolhido para Deus. A abnegação pode ser uma doença que prejudica o teu serviço. Se Deus tem tonado a tua taça doce, bebe-a com agradecimento, ou até mesmo se Ele a tornou amargo, bebe-a em comunhão com Ele. Se a vontade providencial de Deus significa um tempo duro e difícil para ti, suporta-o. Mas nunca escolhas o local do teu martírio, como que dizendo: “Irei só até ali, e nem um passo mais.” Foi Deus que escolheu a provação para Abraão, e Abraão não se demorou nem protestou, mas obedeceu firmemente. Se tu não estás vivendo em comunhão com Deus, é fácil culpá-Lo ou julgá-Lo. Tu tens de passar pela provação antes de teres qualquer direito de pronunciares um veredicto, porque é passando pela provação que tu aprendes a conhecer melhor a Deus. Deus está trabalhando em nós para alcançar os Seus fins mais elevados até que o Seu propósito e o nosso se tornem um só.

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal. 

Sem comentários: