… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

11 de novembro

C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas
11 de novembro
“Escolherá para nós a nossa herança.” (Sl 47:4, ARC, Pt)
CRENTE, se a tua herança for modesta, conforma-te com ela, porquanto o que te tocou em sorte é o mais conveniente para ti. A sabedoria infalível, que ordenou a tua sorte, escolheu para ti a melhor e a mais segura posição. Uma embarcação de grande tonelagem tem de ser introduzida no rio; agora, numa parte desse rio há um banco de areia. Alguém poderia perguntar: “Por que é que o capitão navega pela parte profunda do canal e se desvia tanto da linha reta?” A sua resposta seria esta: “Porque se não seguisse pela parte profunda do canal, eu não poderia levar a minha nave para o porto”. De igual modo, possivelmente, tu correrias perigo de encalhar e de naufragar se o teu divino Capitão não te guiasse pelas profundidades da aflição onde as ondas da dor se sucedem umas às outras, em rápida sequência. Algumas plantas morrem se estivem muito expostas ao sol. Talvez tu estejas plantado onde dá pouco o sol; tu foste posto ali pelo amoroso Lavrador, porque só nessa situação frutificarás em perfeição. Recorda isto: se fosse melhor para ti qualquer outra condição que aquela em que tu estás, o amor divino ter-te-ia posto nela. Tu és colocado por Deus nas circunstâncias mais apropriadas, e se tu escolhesses a tua parte, logo clamarias: “Senhor, escolhe tu a minha herança por mim, porque pela minha obstinação estou traspassado com muitas dores.” Contenta-te com o que tens, porquanto o Senhor tem ordenado todas as coisas para teu bem. Toma a tua cruz diariamente; ela é a carga que mais convém aos teus ombros e que demonstrará ser a mais efetiva para te fazer perfeito em toda a boa palavra e obra para a glória de Deus. Abaixo, intrometido eu e arrogante impaciência, não é para ti o escolher, mas para o Senhor de amor!



“As provações têm de vir e virão,

mas com fé humilde vejo

a palavra amor inscrita sobre todas elas.

Isto é felicidade para mim.”

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Tenho deixado os meus leitores desfrutarem das publicações inéditas que vou apensando diariamente no meu blogue. Casualmente verifiquei que as Meditações Matutinas e Vespertinas de C. H. Spurgeon que eu traduzi estão publicadas quase ipsis verbis no Brasil, sem indicação do autor, ao preço de R$45,00 e em Portugal a €19,99 EUR!!!
Que roubalheira!!!
Isto dói e não é sério nem cristão.
Carlos

Sem comentários: