… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 12 de novembro de 2016

12 de novembro


Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon
12 de novembro – CONSUMIDO NO SERVIÇO

Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos, para ganhar ainda mais” (1Co 9:19, ARC, Pt)

Se este é nosso tempo para fazer o bem, façamo-lo enquanto possamos. Às vezes, escuto a algumas pessoas dizer: “O Sr. X trabalha muito, trabalha muito”. Ah, mas nenhum de nós faz nem a metade do que devia fazer. Nunca digas que alguém faz muito pelo Senhor Jesus Cristo. Isso é impossível. Devo eu continuar a dormir enquanto as almas perecem? Deve esta carne débil manter-me inativo enquanto os homens morrem e o inferno se enche? Deixemos a tibieza. Se Deus nos tem feito luz do mundo, consumamo-nos tal como uma vela o faz, que se consome ao brindar-nos com a sua luz. Como aquela pobre menina que só tinha uma vela e trabalhava com presteza e desespero porque logo ela se consumiria, exatamente assim, nós insistamos a tempo e fora de tempo, velando, orando, trabalhando pela salvação das almas. Se tão somente pudéssemos ver as almas perdidas e compreender a sua angústia inexprimível, sacudiríamos o pó do caminho e continuaríamos trabalhando enquanto ainda se diz hoje.

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Jr 41-44

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: