… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 22 de novembro de 2016

22 de novembro

C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas
22 de novembro
“A virtude da Sua ressurreição.” (Flp 3:10, ARC, Pt)

A DOUTRINA de um Salvador ressuscitado é extremamente preciosa. A ressurreição é a pedra de esquina de todo o edifício do Cristianismo; é a chave de abóbada do arco da nossa salvação. Era necessário tomar um volume para descrever todas as correntes de águas vivas que fluem deste manancial sagrado: a ressurreição de nosso querido Senhor e Salvador Jesus Cristo. Mas saber que Jesus ressuscitou e ter comunhão com Ele; conversar com o Salvador ressuscitado depois dEle ter adquirido para nós uma vida ressurrecta; vê-Lo abandonar a tumba da mundaneidade, é na verdade ainda mais precioso. A doutrina é a base da experiência; mas assim como a flor é mais graciosa do que a raiz, assim também a experiência da comunhão com o Salvador ressuscitado é mais graciosa do que a própria doutrina. Desejaria que tu cresses que Cristo ressuscitou de entre os mortos, tanto como para cantares a respeito desse fato, e que recebas desse acontecimento bem comprovado e testemunhado toda a consolação; mas suplico-te que não fiques satisfeito com isso. Se bem que tu não podes, como os discípulos, vê-Lo em pessoa, rogo-te, contudo, que procures ver Cristo Jesus pelos olhos da fé; e ainda que, tal como Maria Madalena, não possas “tocá-Lo”, podes, apesar de tudo, ter o privilégio de conversar com Ele e de saberes que Ele ressuscitou, havendo tu mesmo ressuscitado nEle para uma vida nova. Conhecer um Salvador crucificado que crucificou todos os meus pecados é, na verdade, um conhecimento muito elevado; mas conhecer um Salvador ressuscitado, que me justificou, e saber que Ele me deu nova vida, tendo-me concedido ser uma nova criatura por meio da Sua nova vida, é, na verdade, uma experiência superior. Ninguém deve ficar satisfeito até alcançar isto. Oxalá possas “conhecê-Lo e à virtude da Sua ressurreição”! Por que é que as almas que ressuscitaram com Jesus têm de vestir as mortalhas da mundaneidade e da incredulidade? Levanta-te porquanto o Senhor ressuscitou!



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Tenho deixado os meus leitores desfrutarem das publicações inéditas que vou apensando diariamente no meu blogue. Casualmente verifiquei que as Meditações Matutinas e Vespertinas de C. H. Spurgeon que eu traduzi estão publicadas quase ipsis verbis no Brasil, sem indicação do autor, ao preço de R$45,00 e em Portugal a €19,99 EUR!!!
Que roubalheira!!!
Isto dói e não é sério nem cristão.
Carlos

Sem comentários: