… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

23 de novembro


Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon
23 de novembro – DEUS ORDENA AS CIRCUNSTÂNCIAS
E o mar se levantou, porque um grande vento assoprava” (Jo 6:18, ARC, Pt)

Não penses que as circunstâncias adversas são uma prova de que te tenhas desviado do caminho, pois elas podem ser inclusive uma evidência de que estás na senda antiga, já que o caminho dos crentes quase sempre está cheio de provas. Fizeste bem em zarpar e afastar-te da praia, mas recorda, ainda que o nosso Senhor haja segurado a tua barca e te tenha garantido que chegarás ao porto desejado, não te prometeu que navegarás num mar de cristal; pelo contrário, Ele tem-te dito que “neste mundo tereis aflições” (Jo 16:33), e, inclusive, podes aumentar a tua fé nEle quando encontras que a Sua advertência é certa.

O Senhor tinha ordenado aos discípulos que passassem para o outro lado, e, portanto, eles se esforçavam o mais que podiam e remaram toda a noite, mas não progrediam porque tinham o vento contra si. Decerto já ouviste dizer que se um cristão não maracha para diante, então anda para atrás; isso nem sempre é certo, pois há tempos de provas espirituais quando, se um homem não anda para atrás, realmente está avançando. Quiçá um cristão não progrida muito no seu caminho, não obstante, talvez não seja por culpa sua, pois, possivelmente, o vento lhe seja contrário. O nosso bom Senhor terá em conta as boas intenções e reconhecerá os nossos progressos, não pelo nosso avanço aparente, mas, sim, pela intensidade com que nos esforcemos com os remos.

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Lm 1-2

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: