… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

30 de novembro


Oswald Chambers 
My Utmost for His Highest
30 de novembro PELA GRAÇA DE DEUS SOU O QUE SOU

“Pela graça de Deus sou o que sou; e a Sua graça para comigo não foi vã,…” (1Co 15:10, ARC, Pt)

O hábito de falarmos constantemente sobre as nossas próprias incapacidades é um insulto dirigido ao nosso Criador. Queixarmo-nos da nossa incompetência é acusar Deus falsamente de Se ter esquecido de nós. Adquire o hábito de examinar a perspectiva de Deus nessas coisas que parecem tão humildes aos homens. Tu assombrar-te-ás com o quão incrivelmente inapropriadas e desrespeitosas são elas para Ele. Dizemos coisas como: "Oh, eu não deveria dizer que tenho sido santificado, eu não sou um santo." Mas dizer isso diante de Deus significa: "Não, Senhor, é impossível para Ti salvar-me e santificar-me; não tive muitas oportunidades e há tantas imperfeições no meu cérebro e no meu corpo; não, Senhor, isso não é possível." Isso pode soar como maravilhosamente humilde aos homens, mas diante de Deus é uma atitude de desafio.

Por outro lado, as coisas que são humildes diante de Deus pode parecer exatamente o oposto diante dos homens. Dizer: "Graças a Deus, sei que estou salvo e santificado", é aos olhos de Deus a mais pura expressão de humildade. Isso significa que te rendeste tão completamente a Deus que sabes que Ele é verdadeiro. Nunca te preocupes por saber se o que dizes parece humilde diante dos homens ou não. Mas sê sempre humilde diante de Deus e permite que Ele seja teu, considerando bem as coisas.

Há apenas uma relação que realmente importa, e que é a tua relação pessoal com o teu Redentor e Senhor pessoal. Se tu manténs isso a todo custo, deixando todo o resto, Deus cumprirá o Seu propósito através da tua vida. Uma vida individual pode ser de valor inestimável para os propósitos de Deus, e a tua pode ser essa vida.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: