… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 5 de novembro de 2016

5 de novembro


C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas
5 de novembro
“Louvai-O e bendizei o Seu nome.” (Sl 100:4, ARC, Pt)

O NOSSO Senhor queria que todo o Seu povo  fosse rico em pensamentos elevados e muito  apropriados quanto à Sua bendita pessoa. Jesus não se satisfaz que os seus irmãos pensem maldosamente a Seu respeito. O Seu prazer seria que a Sua esposa se deleitasse com a Sua beleza. Não temos de considerar Jesus como algo meramente necessário, como o pão e a água, mas como algo altamente delicado, como um prazer estranho e encantador. Com este fim Ele revelou-Se a Si mesmo como a “pérola de grande valor” na sua incomparável beleza; como o “ramalhete de mirra” na sua fragrância refrigerante; como a “rosa de Saron” no seu perfume persistente e como o “lírio” em sua imaculada pureza.

Como uma ajuda para ter pensamentos elevados quanto a Cristo, recorda a estima em que Cristo é tido para lá do firmamento, onde as coisas são medidas com medidas justos. Considera como Deus estima o Unigénito, que é o indizível dom que Ele nos deu. Considera o que os anjos pensam dEle enquanto eles consideram a sua mais alta honra o velar os seus rostos e o estar a Seus pés. Considera o que pensam dEle os lavados com o sangue, enquanto dia e noite cantam os Seus bem merecidos louvores. Os pensamentos elevados quanto a Cristo habitar-nos-ão a que nos conduzamos convenientemente nas nossas com Ele. Quanto mais vejamos Cristo entronizado com grande elevação e quanto mais humildes estivermos quando nos prostrarmos perante os pés  do Seu trono, tanto mais verdadeiramente estaremos preparados para nos conduzir bem com Ele. O nosso Senhor anseia que pensemos bem dEle, para que nos submetamos alegremente à Sua autoridade. Os pensamentos sublimes quanto a Cristo aumentam o nosso amor. O amor e a estima condizem. Portanto, crente, pensa muito nas excelências do Teu Senhor. Presta-Lhe grande atenção na sua primeva glória, antes que tomasse sobre Si a nossa natureza! Pensa no poderoso amor que O trouxe do trono para morrer na cruz. Admira-O enquanto Ele conquista todos os poderes do Inferno! Olha-O ressuscitado, coroado e glorificado! Inclina-te perante Ele como o Admirável, o Conselheiro, o Deus forte, porque só assim o teu amor para com Ele será o que devia ser.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Tenho deixado os meus leitores desfrutarem das publicações inéditas que vou apensando diariamente no meu blogue. Casualmente verifiquei que as Meditações Matutinas e Vespertinas de C. H. Spurgeon que eu traduzi estão publicadas quase ipsis verbis no Brasil, sem indicação do autor, ao preço de R$45,00 e em Portugal a €19.99 EUR!!!
Que roubalheira!!!
Isto dói e não é sério nem cristão.
Carlos

Sem comentários: