… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

7 de novembro


C. H. Spurgeon
Leituras Vespertinas
7 de novembro

“E ser-me-eis testemunhas.” (At 1:8, ARC, Pt)

COM O FIM DE aprenderes a como cumprir os teus deveres como testemunha de Cristo, considera o Seu exemplo. Ele está sempre testemunhando: junto ao poço de Samaria ou no templo de Jerusalém; junto do lago do Genezaré ou no cume do monte. Ele está testemunhando noite e dia; as poderosas orações de Jesus são tão expressivas para Deus como os Seus serviços diários. Ele testifica sob todas as circunstâncias. Os escribas e os fariseus não Lhe podem fechar a Sua boca. Até perante Pilatos Ele testemunhou uma boa confissão. Jesus testifica tão clara e distintamente que não comete nenhum erro. Cristão, faz da tua vida um claro testemunho. Sê tu como um claro e transparente regato em que possas ver cada uma das pedras no seu leito, e não como um turvo riacho do qual somente podes ver a superfície, para que o amor do teu coração para com Deus e para com os homens possa ser manifesto a todos. Não é necessário que digas: “Eu sou verdadeiro”, sê verdadeiro. Não te gabes de ser íntegro, mas sê íntegro. Assim o teu testemunho será tão evidente que os homens não poderão deixar de vê-lo. Nunca, por temor ao débil homem, restrinjas o teu testemunho. Os teus lábios foram aquecidos com uma brasa tirado do altar. Que eles falem, pois, como devem falar os lábios tocados pelo Céu. “Pela manhã, semeia a tua semente e, à tarde, não retires a tua mão.” Não olhes as nuvens ou o vento; testifica do teu Salvador a tempo e a fora de tempo. E se acontecer que por causa de Cristo e do Evangelho tiveres de suportar algum sofrimento, não fugas, mas regozija-te pela honra que te concede seres tido por digno de sofrer com o teu Senhor; e regozija-te também nisto: que os teus sofrimentos, as tuas perdas e perseguições far-te-ão uma plataforma da qual, com mais vigor e com maior poder, tu testemunharás em prol de Cristo Jesus. Medita no teu grande Exemplo e sê cheio do Seu Espírito. Recorda que tu necessitas de muita instrução, muita perseverança, muita graça e de muita humildade para que o teu testemunho redunde para a glória do teu Senhor.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Tenho deixado os meus leitores desfrutarem das publicações inéditas que vou apensando diariamente no meu blogue. Casualmente verifiquei que as Meditações Matutinas e Vespertinas de C. H. Spurgeon que eu traduzi estão publicadas quase ipsis verbis no Brasil, sem indicação do autor, ao preço de R$45,00 e em Portugal a €19.99 EUR!!!
Que roubalheira!!!
Isto dói e não é sério nem cristão.
Carlos

Sem comentários: