… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 8 de novembro de 2016

8 de novembro

Oswald Chambers 
My Utmost for His Highest
8 de novembro O PODER INCOMPARÁVEL DA ORAÇÃO

“Não sabemos o que havemos de pedir, como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós, com gemidos inexprimíveis.” (Rm 8:26, ARC, Pt)

Percebemos que somos estimulados pelo Espírito Santo para a oração, e nós sabemos o que é orar de acordo com o Espírito, mas nós muitas vezes não percebemos que o próprio Espírito Santo ora em nós orações que nós mesmos não podemos exprimir. Quando nascemos de novo de Deus e somos habitados pelo Espírito de Deus, Ele expressa por nós o inexprimível.

“E é Ele”, o Espírito Santo dentro de ti, “que, segundo Deus, intercede pelos santos” (Rm 8:27, ARC, Pt). E Deus esquadrinha o teu coração, não para saber quais são as tuas orações conscientes, mas para descobrir qual é a oração do Espírito Santo.

O Espírito de Deus usa a natureza do crente como um templo para oferecer as Suas orações de intercessão. “... O vosso corpo é templo do Espírito Santo...” (1Co 6:19, ARC, Pt). Quando Jesus Cristo purificou o templo, “... Não consentia que alguém levasse algum vaso pelo templo “(Mc 11:16). O Espírito de Deus não vai admitir que tu uses o teu corpo para a tua própria conveniência. Jesus expulsou implacavelmente toda a gente que vendia e comprava no templo, “e os ensinava, dizendo: a Minha casa será chamada casa de oração… Mas vós a tendes feito covil de ladrões…” (Mc 11:17, ARC, Pt).

Temos nós vindo a perceber que o nosso “corpo é o templo do Espírito Santo”? Se assim é, devemos ter o cuidado de o conservar sem mácula para Ele. Temos de lembrarmo-nos de que a nossa vida consciente, embora seja apenas uma pequena parte do nosso todo como pessoa, deve ser considerado por nós como um “templo do Espírito Santo”. Ele será responsável pela parte inconsciente da qual não temos conhecimento, contudo, nós temos de prestar muita atenção e guardar a parte consciente pela qual somos responsáveis.



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: