… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

11 de novembro



C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
11 de novembro
“Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da Lei, mas debaixo da Graça.” (Rm 6:14, ARC, Pt)


Se puder, o pecado terá domínio sobre nós. Ele não fica satisfeito com um lugar inferior; quer o trono do nosso coração. Tememos algumas vezes que ele nos vença. Então, clamamos ao Senhor “não se apodere de mim iniquidade alguma.” Esta é a Sua resposta consoladora: “o pecado não terá domínio sobre vós”. Poderá acometer-nos, ferir-nos até, mas nunca se assenhoreará de nós.

Se estivéssemos debaixo da Lei, o nosso pecado adquiriria aos poucos forças e subjugar-nos-ia debaixo do seu poder; porquanto é castigo do pecado que o homem caia debaixo do seu poder. Como, porém, estamos sob o Pacto da Graça, somos guardados de abandonar o Deus Vivo, pela declaração certa do Pacto. A Graça é-nos prometida, e por ela voltamos dos nossos extravios, somos purificados das nossas impurezas e libertados da cadeia dos nossos maus hábitos.

Poderíamos ficar sumidos no desespero e estar “contentes de servir aos egípcios” se fôssemos ainda como escravos trabalhando para ganhar a vida eterna; porém, como somos os homens livres do Senhor, cobramos ânimo para lutar contra as nossas corrupções e tentações, estando seguros de que o pecado não nos subjugará sob o seu domínio de novo. O próprio Deus dá-nos a vitória através de nosso Senhor Jesus Cristo, a Quem seja a glória para todo o sempre. Ámen.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: