… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

27 de dezembro


C. H. Spurgeon

Leituras Matutinas

27 de dezembro
“Porventura cresce o junco sem lodo?”(Jb 8:11, ARC, Pt)


O JUNCO é esponjoso e oco, e o mesmo é o hipócrita: não há nele nem substância nem consistência. O junco é sacudido de um lado para o outro pelo vento, assim como o formalista se rende a cada influência. Por esta razão o junco não se quebra com a tempestade, nem os hipócritas se turvam com a perseguição. Eu não queria ser nem enganador nem enganado. Talvez o versículo desta manhã me ajude a examinar-me a mim mesmo para ver se sou ou não um hipócrita. O junco, por natureza, vive na água, e deve a sua existência ao lodo e à humidade. Assim que o lodo se seca, imediatamente se seca também o junco. O seu verdor depende inteiramente das circunstâncias; se houver muita água floresce, e se não a há, seca-se. É este meu caso? Sirvo a Deus só quando me encontro entre boa companhia, ou, quando a religião é vantajosa e respeitável? Amo o Senhor só quando recibo das Suas mãos as comodidades mundanas? Se é assim, sou um vil hipócrita, e, à semelhança do junco que definha, perecerei quando a morte me privar dos gozos exteriores. Mas, posso eu afirmar honestamente que quando as comodidades corporais têm sido escassas e quando as circunstâncias têm sido, para a graça, mais adversas do que propícias, mantive eu firme a minha integridade? Então, tenho esperança de que haja em mim uma piedade genuína e vital. O junco não pode crescer sem lodo, porém, as árvores plantadas pela mão direita do Senhor florescem até nos anos de sequidão. O homem piedoso cresce melhor quando os seus recursos terrestres decaem. Aquele que segue a Cristo pela sua bolsa é um Judas; os que O seguem pelos pães e pelos peixes são filhos do diabo; porém, os que O seguem por amor a Ele são os Seus amados. Senhor, faz com que a minha vida se ache em Ti e não no lodo do favor e do ganho deste mundo.


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: