… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

28 de dezembro



Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon
28 de dezembro - O GÉMEO DA FÉ

“A tristeza segundo Deus opera arrependimento, para a salvação, da qual ninguém se arrepende; mas a tristeza do mundo opera a morte.” (2Co 7:10, ARC, Pt)

Quiçá tenhas a noção de que o arrependimento é algo que acontece no começo da vida espiritual e há que passar ele como quando a gente passa por certa operação e aí termina. Se é assim, estás muito equivocado; o arrependimento vive tanto quanto viva a fé. Com respeito à fé eu chamar-lhe-ia um irmão siamês. Necessitaremos de crer e de nos arrepender enquanto vivermos. Quiçá tenhas a ideia de que o arrependimento é algo amargo. Às vezes é amargo: eles “O prantearão, como quem pranteia por um unigénito; e chorarão amargamente por Ele, como se chora amargamente pelo primogénito” (Zc 12:10, ARC, Pt). Mas esse não é o tipo de arrependimento de que estou falando agora. Sem dúvida essa amargura é coisa do passado, acabou-se há muito tempo. Mas esta é uma doce amargura que acompanha a fé enquanto vivamos e se converte na fonte de um tenro gozo.

A felicidade mais intensa que hei sentido jamais a hei sentido quando estive alegre e cheio de ânimo a não ser quando me recostei no peito de Deus, e me resultou tão doce estar tão abaixo que dificilmente pudesse está-lo mais e, não obstante, não queria estar mais acima. Quero que se entreguem ao deleite mais excepcional da pena aos pés do Jesus, não é pena pelo pecado não perdoado a não ser pena pelo pecado perdoado, pena por aquilo que se acabou, por aquilo que foi perdoado, por aquilo que nunca mais te condenará, porque foste posto em Cristo há muito tempo e ele foi tirado para sempre.

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Zc 5-8


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: