… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

28 de dezembro



C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
28 de dezembro
“Porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei.” (Hb 13:5, ARC, Pt)

O Senhor disse isto várias vezes nas Escrituras. Repetiu-o amiúde para confirmar duplicadamente a nossa garantia. Nunca devemos albergar qualquer dúvida a esse respeito. A promessa é em si mesma especialmente enfática. No grego contém cinco negações [1], e cada uma exclui em definitiva a possibilidade de que o Senhor deixe a um membro de Seu povo em tal condição que se sinta justamente abandonado por Deus. Esta inestimável Escritura não nos promete ficar isentos de problemas, mas protege-nos contra a deserção. Poderíamos ser chamados a transitar por estranhos caminhos, porém, teremos sempre a companhia, a ajuda e a provisão do nosso Senhor. Não precisamos cobiçar dinheiro, pois sempre teremos a nosso Deus, e Deus é melhor que o ouro, e Seu o favor é melhor que a fortuna.

Certamente devemos estar contentes com as coisas que temos, pois quem tem a Deus, tem algo mais que o mundo inteiro. Que mais poderíamos desejar que a Bondade Toda-Poderosa?

Vamos, meu coração, se Deus diz que nunca te desamparará, entrega-te à oração pedindo graça para que não te apartes do teu Senhor, e para que nem por um instante abandones os Seus caminhos.

[1] [γαρ (porque) ειρηκεν (tem dito) ου (Não) μη (não) σε (a ti) ανω ( deixarei) ουδ (nem) ου (não) μη (não) σε (a ti) εγκαταλιπω (abandonarei)] A partir de "Interlinear Greek New Testament Keyed to Strongs 1894 Scrivener Textus Receptus Version 3.1 - Compiled by thechan.com" Versão e-sword


Nota e Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: