… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 3 de dezembro de 2016

3 de dezembro

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon
3 de dezembro – CONSCIÊNCIA DE DEUS

Ninguém há maior do que eu, nesta casa, e nenhuma coisa me vedou, senão a ti, porquanto tu és sua mulher; como, pois, faria eu este tamanho mal, e pecaria contra Deus?” (Gn 39:9, ARC, Pt)

Ah, se tu e eu sempre sentíssemos que Deus está perto, mirando-nos fixamente, não nos atreveríamos a pecar. A presença de um superior muitas vezes freia um homem de fazer algo no qual ele poderia haver-se aventurado, e a presença de Deus, se nos déssemos conta dela, seria uma barreira perpétua contra a tentação e nos manteria firmes na santidade. Depois disto, quando José falava de Deus em qualquer ocasião, quando Deus o ajudou não só a suportar a tentação mas a fazer qualquer serviço, dar-te-ás conta de como ele sempre o atribuía a Deus. Ele não interpretou o sonho do faraó sem antes lhe dizer: “Não sou eu, Deus mostrou a faraó o que vai fazer”. Ele estava tão consciente da presença de Deus quando se encontrava perante o grande monarca como quando ele rechaçou aquela mulher pecadora.

Temo que nem sempre falamos desta maneira, porém, José, sim, fazia-o. Sem a menor afetação, ele dizia o que havia no seu coração devido a uma sensação da presença e da obra divina. Como se parece ele nisto ao nosso divino Senhor! A presença de Deus era tudo para Cristo, assim como o era para José. Pois bem, se tu e eu sempre pomos ao Senhor diante de nós, se as nossas almas moram em Deus, está certo de que Deus está connosco. Não há nenhum engano nisso.

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Ez 33-36



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: