… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 4 de dezembro de 2016

4 de dezembro



C. H. Spurgeon

Livro de Cheques do Banco da Fé
4 de dezembro
“Ele te cobrirá com as Suas penas, e debaixo das Suas asas te confiarás; a Sua verdade será o teu escudo e broquel.” (Sl 91:4, ARC, Pt)

Na verdade, é mesmo um símile condescendente! Realmente como uma galinha protege a sua ninhada e lhe permite aninhar-se sob as suas asas, assim o Senhor defenderá o Seu povo e lhe permitirá esconder-se nEle. Não temos já visto os pintainhos espreitando por entre as penas da mãe? Não temos ouvido os seus pequenos pios de contente êxtase? Assim refugiemo-nos no nosso Deus, da mesma forma, e sentiremos uma paz superabundante, porquanto sabemos que Ele nos guarda.

Enquanto o Senhor nos cobre, confiamos, e seria para estranhar se assim não fosse. Como podemos desconfiar do SENHOR, quando Ele próprio é casa e lar, refúgio e descanso para nós?

Sendo assim, podemos sair à guerra em Seu nome, fruindo do mesmo cuidado e protecção. Necessitamos de escudo e broquel, e quando cegamente confiamos em Deus, como o pintainho confia na galinha, achamos que a Sua verdade nos arma dos pés à cabeça. O Senhor não pode mentir; Ele tem de ser fiel ao Seu povo. A Sua promessa tem de continuar válida. Esta verdade segura é o único escudo de que necessitamos. Por detrás dEle podemos desafiar todos os dardos inflamados do maligno.

Vem, minha alma, esconde-te debaixo de asas tão poderosas, desaparece entre plumas tão suaves! Que contente ficarás!



Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: