… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

domingo, 18 de dezembro de 2016

18 de dezembro

Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras de
C. H. Spurgeon
18 de dezembro - RECONCILIAÇÃO PERFEITA

E, por isso, [Cristo] é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte, para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna.” (Hb 9:15 ARC, Pt)

A reconciliação que veio mediante Cristo é absolutamente perfeita. Quer dizer vida eterna. Se agora Jesus te reconcilia com Deus, nunca mais pelejarás com Deus nem Deus contigo. Se o Mediador tira o motivo da contenda, o teu pecado e a tua maldade, tirá-lo-á para sempre. Ele lançará as tuas iniquidades nas profundidades do mar, fazendo desaparecer os teus pecados como uma nuvem e como uma nuvem densa as tuas transgressões. Trará tal paz entre Deus e ti que Ele te amará para sempre e tu o amarás para sempre, e nada te separará do amor de Deus que há em Cristo nosso Senhor. Tenho escutado de certos remendos que voltam a pegar as peças dos pratos quebrados de tal maneira que se diz que estes são mais fortes do que eram antes de se quebrarem. Não sei como poderá ser isso. Mas isto sei: a união entre Deus e o pecador, reconciliados mediante o sangue de Cristo, é mais próxima e mais forte que a união entre Deus e Adão, antes da sua queda. Aquela se quebrou de um só golpe, mas se Cristo te une ao Pai mediante o Seu precioso sangue, Ele te manterá ali com o fluir da Sua graça na tua alma; porque, quem nos separará do amor de Deus que há em Cristo Jesus nosso Senhor? Aferra-te a Cristo como Mediador, confiemos nEle e que Ele traga a paz entre Deus e nós. E ao Seu Nome seja dada glória sempre e para sempre!

A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Am 7-9

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: