… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

10 de janeiro de 1514 • Três Bíblias numa: a 1.ª impressão poliglota


 10 de janeiro de 1514 Três Bíblias numa: a 1.ª impressão Poliglota
 
Primeira página do original, com o brasão cardinalício de Cisneiros

Talvez já tenha passado os olhos por uma dessas colunas de uma dessas Bíblias que tem quatro, ou até mesmo oito, traduções lado a lado. É interessante comparar a sua redação. Tais Bíblias são úteis para o estudo, especialmente se uma dessas colunas é o texto original grego ou hebraico. Nós chamamo-las de Bíblias poliglotas e ajudam-nos a esclarecer o significado das palavras originais.

"Poliglota" significa "muitas línguas." A primeira Bíblia poliglota compilada foi feita no século III pelo célebre teólogo Orígenes. A primeira Bíblia poliglota impressa foi a Bíblia Poliglota Complutense publicada na Espanha do século XVI. Ela é chamada Complutense, por causa do lugar onde foi impressa, em Alcalá de Henares (em latim, Complutum), na Universidade de Alcalá.



O rico Cardeal Cisneros, inquisidor de Espanha, foi o mentor do projeto da Bíblia Poliglota Complutense. Embora rico, o Cardeal Cisneros escolheu viver como um simples frade franciscano. O próprio Papa teve de obrigá-lo a aceitar o cargo de arcebispo de Toledo. Um homem de grandes dotes intelectuais, fundou a Universidade de Acala, derrotou os mouros em Oran, no norte de África, e governou a Espanha durante as ausências da família real. Tivesse o Papa Júlio II (e mais tarde o Papa Leão X) dado ouvido ao Cardeal Cisneros e a Reforma de Lutero nunca poderia ter acontecido porque o próprio Cardeal Cisneros protestou contra as infames indulgências que desencadearam a divisão na Igreja. Como chefe da temida Inquisição espanhola, o Cardeal Cisneros restringiu o âmbito e as ações dos seus funcionários, mas mesmo assim, milhares de pessoas sofreram as suas crueldades.



O Cardeal Cisneros nomeou Diego Lopez de Zúñiga para dirigir o trabalho da Bíblia Poliglota Complutense, que custou cerca de meio milhão de euros em dinheiro de hoje. O Antigo Testamento foi editado em quatro volumes. A Vulgata Latina de Jerónimo foi imprensa entre o texto hebraico e a Septuaginta (a versão grega do Antigo Testamento). Para o Pentateuco (os cinco livros de Moisés) os impressores também obtiveram uma tradução aramaica. Num prefácio, Cardeal Cisneros disse esperar que a Bíblia Poliglota Complutense ajudá-se os estudiosos a determinar a correta interpretação das Escrituras e argumentou que, se bem que o "sentido da sabedoria celestial" pode ser encontrado em qualquer idioma, o verdadeiro sentido da Escritura não pode "ser entendido de alguma forma diferente daquela que se encontra na língua original."



Um colofão são os dizeres com que os primitivos tipógrafos indicavam, no final das obras, a data e o lugar da impressão. De acordo com o colofão do primeiro volume da Bíblia Poliglota Complutense, ela foi impressa neste dia 10 de janeiro de 1514, mais de três anos antes que Lutero haveria de pregar as suas 95 teses na porta da igreja do castelo de Wittenberg. O sexto volume não saiu do prelo senão em 1517.



A data oficial da publicação da Bíblia Poliglota Complutense foi ainda mais tardia, em 1522, vários anos depois do cardeal de Cisneros ter falecido. O Papa Leão X tinha demorado muito a aprovar este ciclópico projeto da Bíblia Poliglota Complutense. O facto de que Erasmo tinha o monopólio do Imperador Maximiliano para imprimir o Novo Testamento grego também impediu a sua publicação. A Bíblia Poliglota Complutense, iniciada em 1502 demorou 20 anos para ser publicada. Das seiscentas impressas, apenas 123 chegaram aos nossos dias. A Bíblia Poliglota Complutense ergue-se como um monumento da ilustração da renascença da Bíblia.


****

Fontes Utilizadas:
Vários “Sítios” e enciclopédias na Internet e ainda algumas obras em papel.
Respigado daqui e dali.

Carlos António da Rocha

Este texto é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está escrito com o Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicado nem utilizado para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: