… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 4 de fevereiro de 2017

4 de fevereiro de 1928 • Manche Masemola, mártir cristã


4 de fevereiro de 1928 Manche Masemola, mártir cristã


 
Estátua de Manche Masemola (ao centro) 
na porta oeste da Abadia de Westminster, em Londres

Manche Masemola é uma mártir cristã que pertenceu à tribo Pedi. Ela morava em Marishane, uma pequena aldeia perto de Pietersburg, no Transval, na África do Sul.



No início do século XX, após décadas de trabalho de evangelização, missionários alemães e ingleses conseguiram estabelecer uma pequena comunidade cristã que sempre foi vista com desgosto pelo resto da tribo Pedi, que se mantinha fiel à prática da sua religião animista tradicional.



Após a sua conversão, Manche Masemola estava envolvida na catequese de preparação para o batismo na Igreja Anglicana, juntamente com a sua prima Lúcia, contra os desejos dos seus pais. Assim, sempre que Manche regressava a sua casa era frequentemente da ameaçada e castigada com pancada pelos seus pais por causa da sua conversão. A jovem catecúmena afirmava que preferia ser baptizada com o seu próprio sangue antes que negar a sua fé recém-adquirida.



Zangados com Manche, os seus pais, um dia levaram-na a um feiticeiro tradicional, alegando que ela havia sido enfeitiçada. O feiticeiro mandou que Manche tomasse uma droga tradicional. Como ela se recusa-se a bebê-la, os seus pais obrigaram-na a tomá-la à força, agredindo-a barbaramente quando ela se recusava a tomá-la.



Na noite deste dia, 4 de fevereiro de 1928, ao redor da igreja, crê-se que Manche com cerca de 15 anos foi assassinada pela sua própria mãe, porque ela considerava que o comportamento da sua filha tornando-se Cristã tinha estragado a realização de um bom casamento para ela.



Manche Masemola morreu sem ser baptizada. A sua mãe durante mais de quarenta anos negou estes factos, até que por fim em 1968, ela se converteu e foi baptizada na fé da sua filha.



Manche Masemola (¿ 1913,? Marishane, Sukhukhuneland - 04 de fevereiro de 1928) é uma dos dez mártires cristãs do século XX que está representada em estátua por cima da porta oeste da Grande Abadia de Westminster, em Londres, desde 1998.

****

Fontes Utilizadas:
Vários “Sítios” e enciclopédias na Internet e ainda algumas obras em papel.
Respigado daqui e dali.

Carlos António da Rocha

Este texto é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está escrito com o Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicado nem utilizado para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: