… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 15 de março de 2017

15 de março



C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé

15 de março

“Portanto, dize: Assim diz o Senhor DEUS: Ainda que os lancei para longe entre os gentios, e ainda que os espalhei pelas terras, todavia lhes serei como um pequeno santuário, nas terras para onde forem.” (Ez 11:16, ARC, Pt)

Banidos dos meios públicos da graça, não ficamos desprovidos da graça dos meios. O SENHOR, que coloca o Seu povo onde eles se sentem como exilados, estará com eles, e será para eles tudo o que poderiam ter tido na sua terra natal, no lugar das suas solenes assembleias. Apropriai-vos disto para vós mesmos, oh vós que sois chamados a vaguear!

Deus é um lugar de refúgio para o Seu povo. Eles encontram santuário (refúgio) nEle perante todos os adversários. Ele é também o seu lugar de adoração. Ele está com eles como esteve com Jacob, quando ele dormiu ao ar livre, e levantando-se, disse: “Na verdade o SENHOR está neste lugar.” Também para eles, Deus será um santuário de quietude, como o Lugar Santíssimo, que era a morada silenciosa do Eterno. Eles viverão tranquilos, perante o temor do mal.

O próprio Deus, em Cristo Jesus, é o santuário da misericórdia. A Arca da Aliança é o Senhor Jesus, e a Vara de Aarão, o vaso do maná e as tábuas da lei, todos estão em Cristo, o nosso santuário. Em Deus encontramos o santuário da santidade e da comunhão. De que mais necessitamos? Oh, SENHOR, cumpre esta promessa e sê sempre para nós como um pequeno santuário! 

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: