… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

sábado, 12 de agosto de 2017

12 de agosto


“Aos Pés Do Mestre”
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon

12 de agosto O ÚLTIMO GRANDE DIA


E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?” 1Co 15:54-55, ARC, Pt)

Haverá uma segunda morte, mas esta não terá poder sobre nós. Compreendes a beleza dessa imagem? É como se caminhássemos entre as chamas do inferno e estas não tivessem poder para nos devorar, da mesma forma que aqueles filhos santos caminharam entre os carvões acesos do forno de Nabucodonosor, sete vezes aquecido. Pode ser que a morte estique o seu arco e coloque a flecha em seu lugar. Mas, ai, morte, rimo-nos de ti! E a ti, inferno, desafiamos-te! Pois por acima de vós dois, inimigos do homem, seremos mais que vencedores por meio dAquele que nos amou. Permaneceremos invulneráveis e invencíveis, desafiantes e sorridentes na cara de nosso inimigo. E tudo isto porque Deus lavou o nosso pecado e nos tem coberto com a Sua justiça perfeita.

Quando nos levantarmos outra vez, estaremos livres de toda corrupção: já não teremos nenhuma tendência para o mal. «E purificarei o sangue dos que Eu não tinha purificado: porque o Senhor habitará em Sião» (Jo 3:21, ARC, Pt). “Sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante” (Ef 5:27), sem sequer uma sombra de uma mancha que o olho omnisciente possa descobrir, seremos tão puros como Adão antes da queda, tão santos como a humanidade imaculada quando a mão divina a criou pela primeira vez. Seremos melhores que Adão, porque Adão podia chegar a pecar, mas nós estaremos tão arraigados na bondade, na verdade e na justiça que não experimentaremos nunca mais a tentação, e muito menos teremos temor de cair. Nesse último grande dia apareceremos sem mancha e sem ruga.



Através da Bíblia num ano: Hb 7-9


Tradução de Carlos António da Rocha

*** 

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizado exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: