… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

28 de setembro


 Aos Pés Do Mestre
(At the Master’s feet),
Compilado por Audie G. Lewis
das obras 
de
C. H. Spurgeon

28 de setembro –  A NOSSA FOUCINHA

Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4:12, ARC, Pt)

A promulgação de um credo frio e a exposição de algumas doutrinas e a sua aplicação lógica, sem lutar com a consciência dos ouvintes, sem lhes apresentar o seu pecado, sem lhes dizer o perigo que estão correndo, sem lhes rogar com lágrimas e súplicas que venham ao Salvador, é um trabalho sem nenhum poder! Buscamos obreiros, não charlatães. Pois bem, nota o que um obreiro leva nas suas mãos. É uma foice. O seu fio, com o que curta o grão, é agudo e cortante. O obreiro corta com exatidão, atravessa o grão e deita-o à terra. O homem que Deus busca para que trabalhe na Sua colheita não pode vir com palavras suaves e delicadas e doutrinas aduladoras que se refiram à dignidade da natureza humana e à excelência da auto ajuda e dos esforços próprios para retificar a nossa condição caída e coisas desse estilo. Deus amaldiçoará a essa boca acaramelada, já que essa é a maldição desta geração. O pregador honesto chama pecado ao pecado e ao pão, pão e ao vinho, vinho, e diz aos homens: “Vós estais arruinando-vos a vós mesmos, quando rechaçais a Cristo colocais-vos à beira do inferno e aí vos perdereis para toda a eternidade. Não há alternativas, tendes de escapar da ira que virá, pela fé em Jesus ou sereis lançados para sempre da presença de Deus e perdereis todo o possível gozo.” O pregador deve lograr que os seus sermões sejam cortantes. O propósito da nossa foice é cortar. O evangelho tem de ferir a consciência e atravessar o coração, com o objetivo de separar a alma do pecado e do eu, tal como se separa o grão do solo.



A Bíblia, do princípio ao fim, num ano: Pv 10-12

Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: