… Mas o melhor de tudo é crer em Cristo! Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 1580)

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

29 de setembro


C. H. Spurgeon
Livro de Cheques do Banco da Fé
29 de setembro
“Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu, e vo-lo há de anunciar.” (Jo 16:14, ARC, Pt)

O próprio Espírito Santo não pode glorificar de maneira melhor o SENHOR Jesus do que mostrando-nos o próprio Cristo. Jesus é a Sua própria melhor recomendação. Não O podemos adornar senão com o Seu próprio ouro.

O Consolador manifesta-nos o que Ele recebeu do nosso SENHOR Jesus. Nunca vemos nada claramente se Ele não no-lo revelar. Ele tem um método especial para iluminar os nossos entendimentos e para abrir-nos as Escrituras, e por este duplo meio nos anuncia o SENHOR Jesus. É necessário muita arte para apresentar claramente um assunto, e essa arte pertence, no mais alto grau, ao Espírito da Verdade. Ele apresenta-nos as coisas tal como são. Este é um grande privilégio como o sabem por experiência todos quantos têm apreciado a visão celestial.

Busquemos a iluminação do Espírito; não tanto para satisfazer a nossa curiosidade e nem sequer para trazer-nos consolo pessoal, mas antes para glorificar o SENHOR Jesus. Oh, que tivéssemos ideias claras a respeito dEle! Conceitos servis desonram o nosso precioso Salvador. Oh, que tenhamos impressões tão vívidas da Sua Pessoa, obra e glória, de sorte que pudéssemos clamar com alma e coração para Seu louvor! Onde há um coração enriquecido pelo ensino do Espírito Santo, ali será o Salvador glorificado indizivelmente. Vem, Espírito Santo, Luz Divina, e mostra-nos Jesus, nosso SENHOR!


Tradução de Carlos António da Rocha

****

Esta tradução é de livre utilização, desde que a sua ortografia seja respeitada na íntegra porque já está traduzida no Português do Novo Acordo Ortográfico e que não seja nunca publicada nem utilizada para fins comerciais; seja utilizada exclusivamente para uso e desfruto pessoal.

Sem comentários: